A Corrida do Cristão

A cada quatro anos, atletas de diversas nacionalidades se reúnem num país previamente escolhido para disputar um conjunto de modalidades esportivas nos famosos Jogos Olímpicos. A bandeira olímpica representa a união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados que indicam os cinco continentes e suas cores. Os gregos foram os precursores dos Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C. já faziam homenagens aos deuses. Mas foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos de forma organizada. Quando os romanos invadiram a Grécia no século II, muitas tradições gregas, entre elas as Olimpíadas, foram deixadas de lado. Em 392 d.C., os Jogos Olímpicos e todas as manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após sua conversão ao cristianismo. Contudo, em 1896, os Jogos Olímpicos foram retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido com o barão de Coubertin (veja mais 

O QUE É SUCESSO?


As pessoas de modo geral pensam que ter sucesso é sinônimo de fama, dinheiro, bens materiais e metas alcançadas.

Um executivo pode pensar que ser bem-sucedido é ganhar muito dinheiro e ficar milionário. 
Um jogador de futebol conquistar o título de um campeonato.
Uma dona de casa possuir uma bela moradia.
Um cantor ser idolatrado por seus fãs.
Um universitário, ganhar o tão sonhado diploma.
Um vendedor, conquistar novos clientes e aumentar a venda de seus produtos.

Seria essa a verdadeira definição de sucesso aos olhos de Deus?

O conceito de sucesso pode variar de acordo com aquele que o define. Porém, uma vez que em Jeremias 19:7 afirma que o nosso coração é mais enganoso do que todas as coisas, é possível que o ser humano cometa erros na escolha de suas metas. Pode até ser nomeado pelos amigos como uma pessoa bem-sucedida, mas para Deus estar longe do sucesso. Desta forma, a natureza da meta é algo significativo para a conquista do sucesso aos que almejam obtê-lo a maneira de Deus.

Uma vida de sucesso pela perspectiva Divina não tem nada a ver com aquilo que fazemos e sim com aquilo que somos. A vida do cristão não pode se resumir naquilo que ele possui ou ganha, mas naquilo que ele é em Jesus Cristo. Ter sucesso é dia após dia ser o que Deus espera que sejamos. É conquistar as metas estabelecidas por Deus e não as nossas. 

Com base nessa definição, podemos concluir que um incrédulo não tem como obter o verdadeiro êxito. Ele pode até conseguir ajuntar um bom volume de riquezas, alcançar certa medida de fama, obter um nível social desejável, conquistar diplomas e títulos acadêmicos ou, ainda, adquirir poder político e social. Contudo jamais atingirá um sucesso real, pois não busca ser como Deus deseja. Está alcançando as próprias metas, nãos as de Deus.

A palavra Bíblica que corresponde a ideia de sucesso é prosperar. Em Daniel 6:28, lemos: “Daniel, pois, prosperou no reinado de Dario e no reinado de Ciro, o persa”. Ele obteve sucesso mesmo sendo um escravo e vivendo em circunstâncias tão adversas no império mais idólatra de sua época – a Babilônia. Sabe por quê?

O princípio básico, fundamental para uma vida de sucesso é a fé em Deus. Daniel possuía a fé necessária para “prosperar” em tudo que fizesse por que três vezes ao dia, perguntava ao seu criador em oração qual era o plano para a sua vida. Esse humilde servo cumpriu com as metas de Deus ao influenciar Reis e nações a conhecerem o Deus verdadeiro.

Os cristãos só obterão sucesso sendo espirituais e obedecendo as ordens de Deus. Lembre-se que quando alguém tenta realizar algo sem Deus, está desperdiçando tempo e energia, já que busca algo que não lhe proporcionará gozo, paz e felicidade duradoura.

Deus tem planos e projetos para a sua vida, muito além do que você possa imaginar. O apóstolo João escreveu: “Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade (Sucesso) e saúde, assim como é próspera (Sucesso) a tua alma”. 3 João 2

Pense nisso!

Pr. Fabio dos Santos

Comentários