A Corrida do Cristão

A cada quatro anos, atletas de diversas nacionalidades se reúnem num país previamente escolhido para disputar um conjunto de modalidades esportivas nos famosos Jogos Olímpicos. A bandeira olímpica representa a união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados que indicam os cinco continentes e suas cores. Os gregos foram os precursores dos Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C. já faziam homenagens aos deuses. Mas foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos de forma organizada. Quando os romanos invadiram a Grécia no século II, muitas tradições gregas, entre elas as Olimpíadas, foram deixadas de lado. Em 392 d.C., os Jogos Olímpicos e todas as manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após sua conversão ao cristianismo. Contudo, em 1896, os Jogos Olímpicos foram retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido com o barão de Coubertin (veja mais 

Você seria recontratado em seu emprego?

1. Capacidade de aprendizagem;
2. Dinamismo;
3. Motivação;
4. Identificação do candidato com a empresa;
5. Capacidade de trabalhar em equipe;
6. Comprometimento com os resultados do trabalho;
7. Capacidade de cumprir prazos e horários;
8. Capacidade de se comunicar bem e saber expor um ponto de vista.

Estes pontos me foram passados por algumas agências especializadas em recrutamento e seleção que consultei. Agora responda: você seria recontratado para a mesma função que está exercendo hoje em sua empresa? Você preenche os requisitos acima? Você tem consciência de que há muita gente querendo o seu lugar?

Um dos mais interessantes exercícios que pessoas de sucesso fazem é pensar e agir como se cada dia fosse o seu primeiro dia de trabalho. Pensando e agindo assim, elas não se acomodam, não ficam arrogantes, não perdem a noção e a perspectiva da realidade de sua posição. Pensando e agindo assim, elas continuam interessadas em aprender, a ter o dinamismo do começo, a encontrar motivação na rotina, a identificar-se com os objetivos da empresa, a trabalhar em equipe, a fazer tudo para que a empresa obtenha melhores resultados, a cumprir prazos e horários e procurar comunicar-se melhor com seus chefes, colegas, clientes e fornecedores. Daí o seu sucesso.

Conheço pessoas que trabalham olhando para o relógio, se economizando, fazendo menos do que são capazes. Conheço pessoas que são verdadeiros sonâmbulos no trabalho. Conheço os que torcem contra, fazem fofocas, não cumprem prazos nem horários, não colaboram, não participam e não demonstram ter o mínimo desejo de aprender. Daí o seu fracasso.

Você seria recontratado em seu emprego?

PENSE NISSO:

Você está reclamando demais de seu emprego?
Você está acomodado e se achando totalmente seguro em seu emprego?
Você perdeu a vontade de aprender coisas novas a respeito de sua função ou de sua empresa?
Você anda olhando muito para o relógio pensando na hora de ir para casa?
Você anda descumprindo horários e prazos e achando isso uma coisa normal?
Você tem consciência de que muita gente gostaria de ter o seu emprego?

PROF. LUIZ MARINS

Antropólogo. Estudou Antropologia na Austrália (Macquarie University/School of Behavioural Sciences) sob a orientação do renomado antropólogo indiano Prof. Dr. Chandra Jayawardena e na Universidade de São Paulo (USP), sob a orientação da Profa.Dra. Thekla Hartmann;

- Licenciado em História (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Sorocaba); estudou Direito (Faculdade de Direito de Sorocaba); Ciência Política (Universidade de Brasília - UnB); Negociação (New York University, NY, USA); Planejamento e Marketing (Wharton School, Pennsylvannia, USA); Antropologia Econômica e Macroeconomia (Curso especial da London School of Economics em New South Wales) e outros cursos em universidades no Brasil e no exterior.  

Comentários