A Corrida do Cristão

A cada quatro anos, atletas de diversas nacionalidades se reúnem num país previamente escolhido para disputar um conjunto de modalidades esportivas nos famosos Jogos Olímpicos. A bandeira olímpica representa a união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados que indicam os cinco continentes e suas cores. Os gregos foram os precursores dos Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C. já faziam homenagens aos deuses. Mas foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos de forma organizada. Quando os romanos invadiram a Grécia no século II, muitas tradições gregas, entre elas as Olimpíadas, foram deixadas de lado. Em 392 d.C., os Jogos Olímpicos e todas as manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após sua conversão ao cristianismo. Contudo, em 1896, os Jogos Olímpicos foram retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido com o barão de Coubertin (veja mais 

Vaticano: a ferida mortal foi curada

Dia 11 de fevereiro comemoram-se 80 anos da criação do Estado do Vaticano, o menor do mundo, com 0,44 quilômetro quadrado. A região teve sua autonomia reconhecida em 1929.

Governado pelo papa, o Vaticano é a sede da Igreja Católica Apostólica Romana. Neste videocast, Sérgio Gil, professor de Relações Internacionais da Faculdade Rio Branco, fala sobre o assunto. Segundo Gil, o Vaticano tem influência porque, como Estado, acaba participando de eventos internacionais. "O Vaticano leva as posições da Igreja Católica. Nenhuma outra religião tem um Estado associado a ela, como tem a Igreja Católica", diz.


PR. SÉRGIO SANTELI


Bacharel em Teologia, mestrando em Teologia pelo Unasp e Pastor em São Paulo.


Editor do Blog Minuto Profético

Comentários