A Corrida do Cristão

A cada quatro anos, atletas de diversas nacionalidades se reúnem num país previamente escolhido para disputar um conjunto de modalidades esportivas nos famosos Jogos Olímpicos. A bandeira olímpica representa a união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados que indicam os cinco continentes e suas cores. Os gregos foram os precursores dos Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C. já faziam homenagens aos deuses. Mas foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos de forma organizada. Quando os romanos invadiram a Grécia no século II, muitas tradições gregas, entre elas as Olimpíadas, foram deixadas de lado. Em 392 d.C., os Jogos Olímpicos e todas as manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após sua conversão ao cristianismo. Contudo, em 1896, os Jogos Olímpicos foram retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido com o barão de Coubertin (veja mais 

Quando Deus precisou de um jovem

SERMÃO

Texto: I Samuel 16 : 6 -13

Introdução:

A – Vivemos num mundo em crises globais:

1 – Crise política, crise social, crise econômica, crise financeira, crise de identidade, crise moral, crise religiosa. Haja crise!...

a) Na crise política, muitas vezes falta um homem no qual podemos depositar a nossa inteira confiança na esperança de que seja a pessoa certa para resolver os problemas certos e complicados de nossos dias.
b) Na crise financeira que está aí, espera-se sempre por alguém capaz de resolver os nossos problemas socioeconômicos e financeiros, que também abalam o mundo hodierno.
c) A crise moral aumenta e se alastra cada dia.
d) Mas a pior crise é a que enfrenta o cristianismo de nossos dias.

(1) A crise que a Igreja de Deus enfrenta.

B – Urge que se levantem homens capazes de resolver os problemas da humanidade, que são muitos.
1 – O mundo necessita de homens.
2 – A Igreja de Deus necessita também de homens.

Citação: “A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que não se comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus”. E.G.White, Educação.

I – DEUS ESCOLHENDO UM JOVEM, QUANDO HAVIA GRANDE CRISE EM ISRAEL.

A – Deus chamou o profeta Samuel para escolher um jovem.

1 – Samuel dirigiu-se à casa de Jessé, a fim de ungir um de seus filhos.

a) Chegando lá, viu primeiramente a Eliabe, jovem simpático, esbelto, bonito, cheio de vida - e não teve dúvidas: “é esse”.
(1) Concluiu apressadamente: “Certamente está perante o Senhor e o seu ungido”. v. 6
(2) Porém o Senhor disse a Samuel: “Não atentes para a sua aparência, nem para sua altura, porque o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem. O Homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração.” (v. 7) .
(3) O homem vê a aparência plástica, a cor da pele, a cor dos olhos, a natureza dos cabelos, a beleza do ângulo facial e as demais coisas exteriores...
(4) Deus, porém, vê o coração. Em face disto, temos uma responsabilidade: conservar o coração puro. Jesus disse: “Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus”.

B – Voltemos à escolha de Samuel.

1 - Passou em seguida em sua frente Abinadabe, mas não era ele o escolhido.
2 – Passou Samá, porém não era ele também.
3 – Assim, passaram os sete filhos de Jessé em frente de Samuel.
4 – Samuel, desapontado, perguntou: “Acabaram-se os jovens”? (v. 11).

a) Pensemos na seriedade da pergunta. Uma pergunta intrigante ainda hoje: “Acabaram-se os jovens?”.

Aplicação homilética: A pergunta continua ecoando ainda hoje: Acabaram-se os jovens? O que você acha: os jovens acabaram ou não acabaram? É uma pergunta que não quer calar. É uma pergunta que não pode calar!

5 – Foi aí que Jessé se lembrou que ainda faltava um filho: Davi.
a) Disse Samuel: “Manda chamá-lo, pois não me assentarei à mesa sem que ele venha.” (v.11. Últ. Parte)
6 – A chegada de Davi. I Samuel 16:12 e 13 – “Então, mandou chamá-lo e fê-lo entrar. Era ele ruivo, de belos olhos e boa aparência. Disse o Senhor: Levanta-te e unge-o, pois este é ele. Tomou Samuel o chifre de azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apossou de Davi”.

II – ÉPOCA DE CRISE EM ISRAEL

A – Como sempre, a guerra: agora era mais uma guerra entre os israelitas e os filisteus.

1 – Os filisteus se congregaram no vale de Elá para guerrear contra os israelitas.
a) Os filisteus estavam de um lado do vale e os israelitas, do outro.

B – Saiu Golias, um gigante: tinha seis côvados e um palmo de altura - mais de três metros. O mais alto que já existira.

1 – Imagine você Golias jogando basquetebol!...
2 – Trazia um capacete de bronze e uma couraça com 5.000 ciclos de bronze. Trazia caneleiras, dardos, uma lança mais pesada e mais alta que uma árvore.

C – O Desafio. I Samuel 17: 8-10 – “Parou, clamou às tropas de Israel e disse-lhes: Para que saís formando-vos em linha de batalha? Não sou eu filisteu e vós servos de Saul? Escolhei dentre vós um homem que desça contra mim. Se ele puder pelejar comigo e me ferir, então, seremos os vossos servos; porém, se eu o vencer e o ferir, então, sereis nossos servos e nos servireis. Disse mais o filisteu: Hoje, afronto as tropas de Israel. Dai-me um homem, para que ambos pelejemos”.

III – UMA SOLUÇÃO INTELIGENTE PARA ACABAR COM AS GUERRAS

A – A sugestão inteligente de Golias era: “Dai - me um homem para que pelejemos”.

1 – Eu acho que esta seria uma maneira muito racional para resolver os problemas das guerras ainda em nossos dias: colocar dois valentes para brigar. O vencedor venceria sempre pelo seu país.
2 – Imagine se esta tática de guerra tivesse sido aplicada nas guerras que ceifaram milhões de vidas. Vamos aos exemplos:

a) A II Guerra Mundial – Matou entre 50 a 60 milhões de pessoas.
b) A guerra da Coreia – Matou 3 milhões e meio de pessoas.
c) A Guerra do Vietnã – Matou 2 milhões de pessoas, sendo 54 mil soldados americanos.
d) A Guerra do Afeganistão – Matou 20 mil pessoas, sendo 660 soldados americanos.
e) A Guerra do Iraque – Já matou cerca de 650 mil pessoas, sendo 4.252 soldados americanos.

3 – Na guerra do Iraque, por que não colocaram Bush para lutar contra Saddam Hussein? Quem vencesse, teria vencido pelo seu país - e pronto. Quantos milhares de vidas humanas teriam sido poupadas!
4 – Esta deve ser uma boa sugestão a ser discutida pela ONU: só dois para lutar pelo seu país. O que vencesse, venceria a guerra, e ponto final.
5 – Por isso, Golias berrava: “Dai-me um homem para que pelejemos, e assim a guerra estará terminada. Quem vencer, ganhou a guerra pelo seu país”.
6 – Que na próxima guerra a fórmula da peleja seja assim:

BARACK OBAMA X HUGO CHÁVEZ *

* Ninguém sabe quem será o próximo: Irã, Coréia do Norte, Cuba, Venezuela, Rússia...

a) Logo outra guerra vai surgir. Que seja resolvido com a fórmula de Golias: “Dai-me um homem para que ambos pelejemos. Quem vencer, vencerá a guerra pelo seu país”.

1 – Que solução racional! Assim, os jovens não mais morreriam na guerra, mas apenas o seu representante!

B – Voltemos para a guerra entre os israelitas e os filisteus. Quarenta dias já haviam se passado – e nada!

1 – A Bíblia diz que Jessé, vendo que seus filhos não voltavam da guerra, após quarenta dias, mandou o seu filho Davi levar alimento no campo de batalha, no vale de Elá.

C – O menino Davi no campo de batalha.

1 – A primeira coisa que Davi viu foi o gigante Golias dizendo: “Dai-me um homem para que ambos pelejemos. Venham seus covardes! Vejam se são capazes de encontrar um homem para lutar comigo”.

a) Saul era metido a valente, mas agora estava com medo. Ele se escondia em sua tenda para planejar a batalha. Ficava só na teoria, não tendo coragem de levar os planos à prática.

(1) Saul estava com medo, apesar de ser também um gigante.
(2) Para cada valente existe sempre um valente mais valente que ele.

2 – O rei Saul pensava: “De que jeito vamos conseguir vencer esse gigante?”...
3 – Davi viu os israelitas correndo e tremendo de medo.
4 – Davi perguntou: “Que farão àquele homem que ferir a este filisteu e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, este incircunciso filisteu para afrontar os exércitos do Deus vivo”? (17:26).

a) O contexto da guerra diz que o rei Saul havia prometido a quem vencesse o duelista Golias receber muitas benesses, dentre as quais:

(1) Acúmulo de grandes riquezas.
(2) Dar a sua filha em casamento.
(3) Isenção de impostos em Israel.

b) Foi a aí que Eliabe, seu irmão mais velho, ouvindo-o falar, ficou irado contra Davi e disse:
(1) “Por que desceste aqui? Bem conheço a tua presunção e a tua maldade. Desceste apenas para ver a peleja”.
(2) A isto Davi respondeu: “Que fiz agora de mal? Fiz apenas uma pergunta”. ( v.29).

D – A resolução de Davi.

1 – Chegou Davi a Saul e disse: “Não desfaleça o coração de ninguém por causa deste Golias; e teu servo irá pelejar contra o filisteu”. (v.32)

a) Apavorado, por certo Saul exclamou: “Você está doido!”. Com esse gigante você não chega ao final do primeiro round. Isso é loucura e morte certa.

(1) Saul lhe disse: “Não poderás pelejar contra ele; pois tu és ainda muito moço, e ele guerreiro desde a sua mocidade”. (v. 33).

(a) Amigos, só um louco seria capaz de sugerir uma proposta dessas. Mas Davi não era nenhum louco. Ele já sabia que tinha o poder de Deus.

2 – Disse Davi: “Já matei um leão e um urso; este incircunciso filisteu será com um deles; porquanto afrontou os exércitos do Deus vivo. O Deus que me livrou das garras do leão e do urso me livrará deste filisteu”. (v. 37).

a) Existem uns provérbios populares que dizem:
- “Quem não tem cão, caça com gato”.
- “Quem está morrendo afogado, quer se salvar, pegando até numa faca afiada”.

E – Roupas difíceis.

1 – Saul vestiu Davi com sua armadura:

a) Pôs sobre a sua cabeça um capacete de bronze. Vesti-o com uma couraça. Cingiu-o com uma espada.
b) Mas Davi não podia andar.

(1) Nunca havia usado aquela parafernália toda. Rejeitou tudo, pois não podia andar.

2 – Davi tomou seu cajado na mão. Escolheu no rio cinco pedras e pôs no seu alforge de pastor. Colocou uma pedra em sua funda e foi se aproximando do filisteu.

F – Por que cinco pedras para vencer o gigante, se ele iria usar apenas uma?

1- Talvez imaginou que iria aparecer alguns parentes de Golias: pai, irmãos, primos...

G – As cinco pedras para vencer o Gigante hoje. Alguém no passado – e não fui eu – estudou pacientemente e encontrou as cinco pedras para vencer o Gigante hoje, que se chama Satanás. As cinco pedras sugeridas são:

1 – Possuir uma fé pessoal em Cristo.
2 – Ter uma devoção diária. Não deixe passar um dia sem ler a Bíblia e orar.
3 – Viver uma vida disciplinada debaixo da soberania de Cristo.
4 – Dedicar ao serviço do próximo
5 – O preparo espiritual. Esteja sempre preparado para dar a razão de sua fé.

a) Abraham Lincoln disse: “Vou me preparar e a qualquer dia minha oportunidade chegará”. E chegou!

H – O grande encontro.

1 – Davi encontra-se com o gigante. Ele era um menino ruivo e de boa aparência.
2 – Golias o vê e zomba dele:

a) “Sou um cão para vires a mim com um pedaço de pau? Vem a mim e darei a tua carne às aves do céu e às bestas do campo”. (v.43).

I – A morte de Golias.

1 - Disse Davi: “Tu vens a mim com espada, com lança e com escudo; eu porém, vou a ti em nome do Senhor dos exércitos, o Deus de Israel”. (v. 45).
2 – Davi feriu a Golias com uma pedra e o matou com a sua própria espada.

a) Mais uma vez, em época de crise, um jovem honrou o nome de Deus.

IV – OS GIGANTES DA VIDA MODERNA

A – Hoje, como nos dias de Davi, existem gigantes que desafiam a juventude. Qual é o gigante que você está enfrentando ou vai enfrentar?

1 – O Sexo - Os jovens enfrentam um gigante por nome Sexo.
a) Este é um gigante que tem destruído muitas vidas. Aí está AIDS matando milhões no mundo. O sexo fora do casamento é uma espada afiada.
(1) No mundo em que vivemos, tudo gira em torno do sexo. O sexo é o prato do dia.

Ilustração: Algum tempo atrás eu li uma entrevista de Magic Johnson, o mago do basquete americano. O repórter quis saber como ele contraiu a Aids. Ele responde: “Ora, como vou saber, se este ano eu fiz sexo com mais de 200 mulheres”?
O gigante do basquete está lutando para não ser vencido pelo gigante chamado sexo. No Brasil, muitos já foram vencidos: Cazuza, Renato Russo, Sandra Bréa e muitos outros.

2 – A Tentação – Existe um grande gigante por nome Tentação.
a) Que vou fazer com a tentação? Você sabe como Jesus venceu esse gigante?
(1) Jesus se limitou a citar a Bíblia. Foi só isso que fez. Ao ser tentado, Jesus não discutiu com o Diabo: limitou-se a citar a Bíblia e venceu.
b) Eis uma verdade: jamais conseguiremos vencer este gigante, sozinhos: só venceremos se estivermos juntos de Jesus.
(1) “Sem mim nada podeis fazer” - Disse Jesus.
3 – Os Vícios e as Drogas – Esse gigantes tem destruído muitas vidas.

Ilustração: Morreu enforcado. Esta semana eu fui ao cemitério realizar a cerimônia fúnebre de um jovem. Era bonito, cheio de vida, tinha apenas 30 anos. Nasceu num lar cristão, mas abandonou a igreja e envolveu-se com drogas. Roubava no bairro onde morava e em sua casa tudo o que pudesse para alimentar o vício. Passou vários meses numa clínica de recuperação. Ao sair de lá, uma semana depois, deu cabo a sua vida. Enforcou-se no seu quarto. Esse rapaz não teve forças para vencer o gigante.

4 – O Secularismo – Você precisa escolher entre ser cristão ou ser mundano.
a) A Moda – Todo jovem enfrenta um gigante por nome Moda. O desejo de ser sempre igual ao mundo e o medo de ser diferente do mundo.

(1) Você precisa vencer esse gigante.
(2) A Bíblia diz: “E não vos conformeis com este século (mundo), mas transformai-vos pela renovação de vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. (Romanos 12:2).

5 – Vocação – Existe um quinto gigante por nome Vocação. Que vou fazer com meu futuro?
a) A única maneira de vencer esse gigante é estudando. E o vestibular? Estude que esse gigante será vencido.

5 – Os Problemas Sociais – Talvez você esteja lutando com um outro gigante: os problemas socioeconômicos e financeiros que assolam o mundo globalizado.

Ilustração: Suicídios – Li na revista Veja da semana passada o triste relato de vários milionários que estão perdendo a cabeça e indo ao suicídio. Houve o caso de um, na Europa, que, em desespero, jogou-se debaixo de um trem que passava perto de sua casa. Foi morte fatal. O mais curioso é que as instituições financeiras do seu país já tinham encontrado a solução. Iriam emprestar-lhe alguns bilhões de dólares. Ele não sabia. A boa notícia chegou tarde: só depois que ele se matou é que chegou a informação.
a) Se esse gigante está lhe destruindo, peça a ajuda de Deus. Não se desespere.

V – EM ÉPOCA DE CRISE HOJE

A – Como nos dias de Davi, vivemos hoje em tempo de grandes crises:

1 – Crise política, crise social, crise de identidade, crise moral, crise financeira, crise religiosa...
a) A pior crise é a que enfrenta o cristianismo hodierno.
(1) A crise que enfrenta a Igreja de Deus no mundo e nesta cidade.

B – Por isso Deus necessita de homens.

1 – O mundo precisa de jovens.
2 – E muito mais a Igreja de Deus.

C – Satanás está lutando para desviar os escolhidos e se apossar do arraial.

1 - Quem enfrentará o gigante?
2 – Quem, como Davi, lutará com o Golias?
3 – “Acabaram-se os jovens”?

a) Não! Não acabaram porque você ainda está vivo!
b) Deus ainda precisa de mim e de você.

(1) Deus precisa de nossos lábios para falar do Seu amor.
(2) Deus necessita de nossas mãos para levantar o que está caído...

Conclusão:

A – Deus precisa hoje de homens como Gedeão, Zacarias, Isaías, Daniel, José, Davi que, em época de crise, souberam honrar o Seu nome.

B – Isaías 6:8 – “Depois disso, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim”.

C – Você é esse jovem que Deus necessita hoje’.

E – Entregue-se nas mãos de Deus, e você será tão útil como foi Davi. Que Deus o abençoe!

ORAÇÃO: Senhor Deus e nosso Pai, nós te agradecemos porque tivemos o privilégio de estudar a Tua Palavra. Ajuda-nos a entendê-La cada dia mais e mais. Ajuda-nos a viver uma vida reta e pia diante de Ti e dos homens. Ajuda-nos a sermos fortes como Davi que, no momento de crise, soube honrar o Teu nome. Dá-nos sempre a Tua força para vencermos os Golias deste mundo. Nós te pedimos em nome de Jesus. Amém!

Hinos sugeridos: H.A., 299, 524


Pr. Emmanuel de Jesus Saraiva
Natural de São Luís – Ma. Formado em Teologia, Pedagogia e Letras. Autor de dois livros: “Memórias da África” e “A História do Adventismo no Maranhão”. Trabalhou como pastor em várias igrejas no Maranhão, dentre as quais a Igreja Central de São Luís. Foi departamental de Jovens e Educação nas Missões Costa Norte, Central Amazonas e Nordeste e diretor do Educandário Nordestino Adventista – ENA. Por seis anos foi missionário na África, como diretor do Seminário Adventista de Moçambique, onde lecionou várias disciplinas teológicas, dentre as quais Homilética e Oratória. Casado com a professora aposentada Nilde Fournier Saraiva. Tem duas filhas: Raquel e Léia. Trabalhou como pastor por 35 anos. Hoje, jubilado, mora em São Luís - MA e atua como Ancião da Igreja do Colégio Adventista de São Luís - CASL.

Comentários