O Adventista e o Natal: Como Comemorar esta Data?

O significado do Natal atualmente está mais fundamentado em misticismo e oportunidades de lucros. Árvores de natal, anjinhos (não existem anjinhos), papai noel, girlandas, sinos, velas, gulodices e bebedices são dentre muitas os símbolos do natal.

Numa propaganda de perfume foi afirmado: “a essência do natal é o perfume, mas não se esqueça de rezar.”

Os valores estão invertidos, e está na cara que o que mais interessa no natal para a maioria são os prazeres resultantes do dinheiro.

Entre as crianças e adolescentes, para não dizer os adultos, a questão é: o que você vai ganhar de Natal? Daí entra o papai Noel (e hoje até a mamãe Noel). Cartinhas são escritas e o pai esconde o presente no dia de natal.

Os presentes não são ruins, mas a mentira que às vezes envolve o natal. Um dia a criança cresce e descobre que papai Noel não existe, e tudo foi fantasia, até o Deus que lhe foi ensinado, pode concluir uma criança mal orientada!

Como comemorar o natal corretamente? Qual o real significado do natal para os cristãos? Por que 25 de dezembro? Papai noel? Presentes?

I – 25 de dezembro

A verdade é que não sabemos o dia do nascimento de Jesus, mas sabemos que não é dia 25.

Segundo o texto de Mateus 2:1, Jesus nasceu antes da morte de Herodes. De acordo com os historiadores, Ele deve ter nascido nos primeiros meses do ano. É interessante que os cristãos que viveram perto da era apostólica comemoravam “ora dia 6 de janeiro, ora 25 de março” (Enciclopédia Barsa).

II – Por que 25 de Dezembro?

Essa data foi fixada no ano 440, mas o primeiro natal foi em 325, em Roma.

O objetivo era “cristianizar grandes festas pagãs realizadas neste dia: a festa mitraica (religião persa que rivalizava com o cristianismo nos primeiros séculos); que celebrava o natalis invicti solis (nascimento vitorioso do sol)”. (Enciclopédia Barsa).

25 de dezembro é o dia do nascimento do deus Sol, deus do mitraísmo.

Qual deve ser a nossa posição sobre essas coisas sabendo de sua origem?

1- Moderação: Nem condenar por completo os festejos natalinos, mas também não fazer deles a ênfase do Natal.

2- Não colocar os presentes e as comidas como o fator principal, e sim ofertar recursos para a causa de Deus.

3 – Cuidado com o consumismo: temos facilidade para gastar 50, 100, 1000 reais com presentes e festas, de acordo com as posses de cada um, mas quanto você vai ofertar para Deus?

4 – Nunca mentir sobre Papai Noel, mas focalizar a bondade e o amor cristão.

5 – Não devemos condenar a árvore de natal em si, mas usar os aparatos natalinos voltados a uma boa causa: Ex. colocar uma oferta especial na árvore de Natal; fazer uma limpeza no guarda-roupas para doar aos pobres.

O Lar Adventista, pág. 482: “Árvore de Natal com Ofertas Missionárias não é Pecado. Não devem os pais adotar a posição de que uma árvore de Natal posta na igreja para alegrar os alunos da Escola Sabatina seja pecado, pois pode ela ser uma grande bênção. Ponde-lhes diante do espírito objetos benevolentes.”

6- Promover união familiar, irmãos na fé, e focalizar a Cristo.

7- Usar o contexto do Natal para pregar a Cristo e fazer boas obras.

PR. YURI RAVEM
Editor associado do Blog Nisto Cremos

Comentários

  1. VejaBlog
    Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
    http://www.vejablog.com.br

    Parabéns pelo seu Blog!!!

    Você está fazendo parte da maior e melhor
    seleção de Blogs/Sites do País!!!
    - Só Sites e Blogs Premiados -
    Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
    os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

    O seu link encontra-se no item: Blog

    http://www.vejablog.com.br/blog

    - Os links encontram-se rigorosamente
    em ordem alfabética -

    Pegue nosso selo em:
    http://www.vejablog.com.br/selo


    Um forte abraço,
    Dário Dutra

    http://www.vejablog.com.br
    ....................................................................

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse tópico! Há muita gente ainda confusa, que não entende se pode comemorar o Natal ou não, e como fazer isso.
    Parabéns pelo site.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom saber!
    tem coisas que não entendo, mas aqui neste site estou adquirindo conhecimento fora do comum...
    é maravilhoso os conteúdos que se vê neste site,
    obrigada.
    parabéns pelo site.

    Danizete...Quinta 18 dezembro 2008.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o conteúdo deste site!
    estou aprendendo bastante coisas que antes não tinha muito conhecimento, estou adorando é maravilhoso...parabéns pelo site.

    ResponderExcluir
  5. Excelentes comentários! Amanhã eu prego na minha igreja, e ja achei esse material que irá rechear o sermão! Parabéns por este lindo trabalho! que Deus lhes abençoe cada vez mais

    ResponderExcluir
  6. Olá, mais uma vez?!
    Vejo que seria interessante você ler o artigo que se encontra em meu blog no seguinte link:
    http://sinedrion.ning.com/page/artigos-1

    Creio que lhe esclarecerá os sete pontos levantados por você. Se não, temos muitos outros artigos (de fontes confiáveis como: Enciclopédias de História e Bíblicas além de outras fontes sérias que tratam sobre o assunto) que poderemos aprender mais, ok?
    Att
    Ernesto Neto
    www.sinedrion.com

    ResponderExcluir
  7. gostei e irei pregar na minha igreja alguns cometarios pq tem muitos resem batizado,e q precisam entender se devi ou ñ comemorar o natal.

    ResponderExcluir
  8. Não concordo, sou adventista do sétimo dia e isso não está de acordo com a vontade de Deus!a Bíblia não manda celebrar o nascimento. 

    Porque Jesus não nasceu em 25 de dezembro. Esta data foi designada por Roma numa aliança pagã no século IV. A primeira intenção era cristianizar o paganismo e paganizar o cristianismo. De acordo com o calendário Judaico Jesus nasceu em setembro ou outubro.

     A igreja do Senhor está vivendo a época profética da festa dos tabernáculos, que significa a preparação do caminho do Senhor, e, se você prepara o caminho para Ele nascer, não prepara para Ele voltar.

    ResponderExcluir
  9. Bom eu também não concordo com a arvore de natal, acho errado colocarmos simbolos pagões em nossos lares ,igrejas e escolas, não se pode transformar algo que esta errado em certo só porque é tradição, com isso abrimos para que aconteçam as famosas festas da roço em julho, que nada mais são do que uma fesat junina cristã, acho que hoje a igreja esta sonolenta demais , uma igreja que aceitas coisas que vem do mundo, mais creio que logo nossa igreja acordará, porque estamos cada vês mais próximos do fim, vou terminar com um comentário:
    quando fazemos uma fesat ornamentamos com o tema que a criança escolhe, vocês acham que Jesus no dia do seu aniversário, que nós sabemos que não é esta data mais que a igreja comemorra , bom será que ele enfeitaria sua festa com a arvore de natal,gorro vermelho e anjinhos, claro que não, nós somos o exemplo de jesus , leve pra sua casa o que jesusu levaria .

    ResponderExcluir
  10. Até então pensava que Jesus tinha nascido nas primeiras semanas
    de outubro... E não nós primeiros meses.do ano..

    ResponderExcluir
  11. Não entendo ,algumas igrejas evangélicas nós encinam que não se sabe a data certa do nascimento de Jesus. Se sabe que não foi no dia 25 de dezembro no entanto as igrejas insistem em pedir ofertas nesse dia dizendo que é.o presente de Jesus.???

    ResponderExcluir

Postar um comentário