A Corrida do Cristão

A cada quatro anos, atletas de diversas nacionalidades se reúnem num país previamente escolhido para disputar um conjunto de modalidades esportivas nos famosos Jogos Olímpicos. A bandeira olímpica representa a união de povos e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados que indicam os cinco continentes e suas cores. Os gregos foram os precursores dos Jogos Olímpicos. Por volta de 2500 a.C. já faziam homenagens aos deuses. Mas foi somente em 776 a.C. que ocorreram pela primeira vez os Jogos Olímpicos de forma organizada. Quando os romanos invadiram a Grécia no século II, muitas tradições gregas, entre elas as Olimpíadas, foram deixadas de lado. Em 392 d.C., os Jogos Olímpicos e todas as manifestações religiosas do politeísmo grego foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, após sua conversão ao cristianismo. Contudo, em 1896, os Jogos Olímpicos foram retomados em Atenas, por iniciativa do francês Pierre de Fredy, conhecido com o barão de Coubertin (veja mais 

Sutiã para homens vira sucesso no Japão

Quem disse que sutiãs são apenas para mulheres? No Japão, um dos produtos mais vendidos em uma loja on-line de lingeries é o sutiã para homens. A Wishroom foi inaugurada há duas semanas no “shopping virtual” Rakuten, e já vendeu mais de 300 sutiãs masculinos, ao preço de US$ 30 cada (2.800 yens). A loja também vende calcinhas para homens, além das lingeries tradicionais para mulheres.

“Eu gosto dessa sensação”, diz Masayuki Tsuchiya, representante da loja, enquanto exibe o sutiã masculino, que pode ser vestido discretamente sob a roupa.

Akiko Okunomiya, diretora-executiva da Wishroom, diz que está surpresa com a intensa procura pelo sutiã masculino.

“Cada vez mais homens estão se interessando pelo sutiã. Desde que lançamos o produto, recebemos mensagens dos clientes dizendo que esperavam por isso há muito tempo”, diz ela. ...

(G1 Notícias)
http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL871929-6091,00.html

Nota: Dizem que mulheres que gostam de usar cueca já é algo até comum, mas essa agora... Isso evidencia mais uma vez a inversão de papéis na sociedade moderna. Masculinidade e feminilidade estão sendo ofuscadas sob a bandeira da “igualdade” sexual. É verdade que temos que lutar pelos direitos de ambos os sexos e deixar claro que Deus criou homem e mulher em pé de igualdade, para serem companheiros e viverem numa relação de respeito e mútua submissão. Mas também é certo que foi Deus quem criou as abençoadas diferenças de gênero a fim de que homem e mulher se complementem numa relação de união física, mental e emocional. O que foge disso não traz a satisfação e felicidade genuínas.[MB]

Aliás, falando em diferenças, leia também o artigo “Matrimônio à Bangu”, de José Inácio Werneck.


MICHELSON BORGES
É jornalista, mestrando em Teologia pelo Unasp e membro da Sociedade Criacionista Brasileira . É editor na Casa Publicadora Brasileira e autor dos livros /A História da Vida / e /Por Que Creio / (sobre criacionismo), /Nos Bastidores da Mídia / e da Série Grandes Impérios e Civilizações, composta de seis volumes. Casado com Débora Tatiane, tem duas filhas.
Editor do Blog Criacionismo

Comentários