quarta-feira, 27 de agosto de 2014

ANÁLISE DO CENSO RELIGIOSO 2010

Este é um primeiro artigo que buscará analisar os dados brutos do Censo 2010 sobre religião no Brasil. A análise destes números vai clarear a realidade e dirimir alguns mitos sobre crescimento religioso no Brasil.

As Maiores Igrejas Evangélicas do Brasil entre 2000 e 2010


Temos aqui um quadro comparativo das 10 maiores igrejas evangélicas do Brasil. Embora o crescimento evangélico neste período deva ser comemorado, chegando a 22% da população brasileira, o quadro das 10 maiores igrejas evangélicas apresenta contrastes entre elas.

A Assembléia de Deus possui o maior número de membros passando dos 12 milhões. É interessante notar que foi acrescentado quase 3,9 milhões de adeptos em 10 anos (mais que o total de membros da 2ª colocada), ela ainda possui a maior taxa de crescimento entre as igrejas evangélicas. Cabe ressaltar no entanto que o nome Assembléia de Deus é hoje mais uma grife que uma denominação. Embora tenham uma associação, sua união ocorre em poucos pontos doutrinários comuns, havendo dezenas e até centenas de ministérios o que a torna quase uma centena de igrejas independentes e não uma única igreja. 1

A Igreja Batista é a segunda maior denominação com 3,7 milhões de membros, tem porém apenas o  5º melhor índice de crescimento (15,06%) entre as 10 primeiras igrejas. Já a Congregação Cristã, vem perdendo fôlego ao longo dos anos, e isto ficou claro com a segunda maior taxa de perda de membros, -8,01%, entre as top 10, quase 200 mil membros abandonaram as fileiras da CCB.

Talvez o caso mais emblemático seja o da Universal do Reino de Deus. A inauguração de seu mega templo com a participação de políticos e famosos de todos os matizes não esconde a forte queda de 10,87%, a maior neste comparativo, perdendo quase 230 mil membros em 10 anos. O forte apelo midiático do grupo de Edir Macedo parece não ter conseguido seu objetivo esperado. A Record, que sonhou tomar o 1º lugar de audiência da todo-poderosa Globo, hoje vive uma crise financeira e luta atualmente para tentar superar o ultrapassado SBT. Já em termos religiosos, embora o sonho há alguns anos fosse o de rivalizar com a Igreja Católica, hoje só rivaliza no número de perdas. Enquanto a IC perdeu 1.699.960 membros (de 124.980.172 para 123.280.172 em 10 anos, quase uma Universal inteira), os números proporcionais são de perdas de 1,63%, o que os 10,87% da IURD superou com sobras. É um triste quadro.

O maior fenômeno de crescimento está com a Igreja Quadrangular. Sem alardes ou grandes espaços na mídia eletrônica, cresceu 27,07% de 2000 a 2010, solidificando-se no 5º lugar entre as maiores e pronta a superar em breve a IURD para tornar-se a quarta maior denominação evangélica do país.

Outro destaque fica por conta da Igreja Adventista. Mesmo com doutrinas consideradas heterodoxas e pouco palatáveis ao gosto popular como a guarda do Sábado e abstinências na alimentação, teve um forte crescimento de 22,51%, o terceiro maior. Seus 1,5 milhão de membros faz dela a sexta entre as grande igrejas evangélicas e o segunda das igrejas Evangélicas de Missão, descrição feita pelo IBGE para diferenciar algumas igrejas mais tradicionais de outras declaradas Pentecostais pelo Censo.

As Testemunhas de Jeová, consideradas por muitos como uma denominação paracristã, teve também forte crescimento de pouco mais de 20%, ganhando 288.322 adeptos no período.

As duas próximas denominações, Luterana e Presbiteriana, sofrem igualmente a perda continua de seus quadros.

Respectivamente 5,89% e 6,11%, apresentando um cenário desalentador. Finalmente, a 10ª maior igreja é a “Deus é Amor” que teve crescimento de 8,39%, o menor entre as 6 que cresceram. A próxima da lista seria a Igreja Maranata com 356.021, já bem abaixo das Top 10, e as demais nem alcançam 200 mil membros.

Outras pentecostais juntas somam 5,2 milhões e Evangélicos sem denominação 9,1 milhões. Este panorama mostra o movimento evangélico pulverizado e ressalta importância das 10 primeiras, (com exceção talvez da Assembléia de Deus) por conseguirem manter um corpo coeso e algumas mesmo crescer em meio a tantas mudanças religiosas neste últimos 10 anos de Brasil.

1 (Ver http://noticias.gospelprime.com.br/conheca-as-diversas-ramificacoes-da-assembleia-de-deus-a-maior-denominacao-pentecostal-do-mundo... inúmeras separações entre líderes aconteceram, movidas pelos mais diversos motivos, que fizeram com que a AD se transformasse em centenas de Assembléias).

FONTES

Religião e Deficiência Censo 2010 http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/94/cd_2010_religiao_deficiencia.pdf

Dados censo 2000 http://www.cps.fgv.br/cps/religioes/Apresenta%C3%A7%C3%A3o/Localiza%C3%A7%C3%A3o_NOVA_lista_opcoes.htm


Pr. Roberto Roefero (mestrando em teologia). 
Distrital em Vila São José na APS.
Casado com a Prof. Pauline e pai de 2 filhos, Paulo Roberto e Maria Carolina.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...