terça-feira, 16 de agosto de 2011

Em memória de mim

Em Memória de Mim

Sermão para ocasião especial: Ceia do Senhor

Título: Em Memória de Mim

Texto: I Cor. 11:23-29

Introdução:

A – Após participarmos juntos do lava-pés - a cerimônia da humildade - chegou o momento de celebrarmos agora a Ceia do Senhor.

I – A CEIA DO SENHOR

A – Os símbolos da Ceia.

1 – O Pão – “Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim” (I Cor. 11:23,24).

a) O pão representa corpo de Jesus dilacerado na cruz.

2 – O Vinho – “Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes em memora de mim”( I Cor 11:25).


a)O vinho é um símbolo do sangue de Jesus que foi derramado na cruz por nós.

B – Tudo isto não passa de figuras, de representações simbólicas.

1 – Não é realmente o corpo e o sangue de Jesus que está presente como querem alguns cristãos.

a) Não é transubstanciação como pensam alguns ou consubstanciação como admitem outros. É apenas um símbolo.

2 – Não é a única vez que a Bíblia usou figuras de palavras para Jesus. O próprio Jesus usou figuras de linguagem para Si mesmo dizendo:

a)“Eu sou a porta”, “Eu o caminho”. “Eu sou a luz do mundo”. “Eu sou a videira”...

(1) Jesus estava apenas usando metáforas a Si mesmo.

C – Tríplice aspecto da Ceia. Faz-nos olhar em três direções:

1 – OLHAR PARA O PASSADO – Um olhar RETROSPECTIVO: “Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o um corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de Mim” (I Cor. 11:23, 24).

a) Olhando para o passado, a comunhão nos traz face a face com Jesus.

(1) Lembramo-nos de Sua vida perfeita.
(2) Do Seu ministério.
(3) Do Seu evangelho.
(4) Do Seu grande amor.
(5) Do Seu sacrifício extremo na cruz por nós.

2 – OLHAR PARA O PRESENTE – Olhar INTROSPECTIVO: “Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma o pão e beba o cálice” (I Cor. 11:28).

a) Cada pessoa deve examinar-se a si mesmo, e interrogar-se:

(1) Tenho de fato me apropriado de Cristo? Tenho me identificado com Ele? A religião de Cristo tem-me transformado efetivamente?

b) Não é suficiente o olhar retrospectivo, e contemplar o Cristo histórico apenas, mas também o introspectivo e verificar se o Cristo histórico se tem transformado no Cristo da experiência em cada um de nós.
c) Não basta mudar ou virar de religião, mas é preciso que a religião vire o individuo e lhe mude o caráter.

Experiência: Alguém outro dia me disse: “Eu vou entrar na sua religião”.
Respondi: “Muito bem. O mais importante, porém, não é você entrar na religião, mas deixar que a religião entre em você”.

(1) Há muita gente que entra na religião, mas não deixa que a religião entre nela. Aí está o perigo. Você precisa permitir que Jesus entre em você e mude a sua vida.
(2) O apóstolo Paulo diz: “Examine o homem a si mesmo”.
(3) Nenhuma proibição, mas a Bíblia diz: “Pois quem come e bebe sem discernir o corpo do Senhor, come e bebe juízo para si” (I Cor. 11:29).
- Ou seja, come e bebe para a sua própria condenação.

3 – E finalmente, UM OLHAR PARA O FUTURO, isto é, um olhar PROSPECTIVO: “Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice anunciais a morte do Senhor, até que Ele venha” (I Cor. 11:26).

a)”Até que Ele venha” - A volta de Jesus. Ao tomarmos esta ceia, devemos nos lembrar da volta de Jesus em breve e nos preparar para este grande acontecimento.

Conclusão:

A – Portanto, a Ceia do Senhor é um símbolo em que o pão representa o corpo de Jesus dilacerado na cruz em nosso lugar e o vinho representa o Seu sangue vertido por nós.

B – A Ceia tem um tríplice aspecto, fazendo-nos lembrar em três direções: O Passado, o Presente e o Futuro: o que Jesus fez, o que Jesus faz e o que Ele fará pelos seus filhos.

1 – Se já tivemos um passado glorioso com o que Jesus fez por nós, Se estamos tendo no presente uma vida feliz ao lado de Jesus, temos uma grande esperança: ver em breve Jesus voltar em glória e majestade.

C – Meu querido irmão que está participando desta Ceia, que você possa um dia participar da Grande Ceia, que já está preparada para os fiéis, que será realizada lá no Céu, naquela grande mesa em que todos os remidos estarão ao lado de Jesus, nosso Senhor e Salvador.

D – Que possamos neste momento, olhar para o passado e ver o que Jesus Cristo sacrificado fez pelos nossos pecados.

E – Que olhemos também no presente, para dentro de nós, examinando a nossa vida hoje.

F – Mas olhar também para o futuro, para cima, e para frente, permanentemente, numa arrancada heróica de um avanço progressivo para a eternidade.

1 – Que possamos um dia participar desta cerimônia naquela grande mesa, juntos com todos os remidos, ao lado de Jesus, nosso Senhor e Salvador.
Amém!

Hinos Sugeridos: H.A. 519, 520, 521 e 522.


Pr. Emmanuel de Jesus Saraiva
Natural de São Luís – Ma. Formado em Teologia, Pedagogia e Letras. Autor de dois livros: “Memórias da África” e “A História do Adventismo no Maranhão”. Trabalhou como pastor em várias igrejas no Maranhão, dentre as quais a Igreja Central de São Luís. Foi departamental de Jovens e Educação nas Missões Costa Norte, Central Amazonas e Nordeste e diretor do Educandário Nordestino Adventista – ENA. Por seis anos foi missionário na África, como diretor do Seminário Adventista de Moçambique, onde lecionou várias disciplinas teológicas, dentre as quais Homilética e Oratória. Casado com a professora aposentada Nilde Fournier Saraiva. Tem duas filhas: Raquel e Léia. Trabalhou como pastor por 35 anos. Hoje, jubilado, mora em São Luís - MA e atua como Ancião da Igreja do Colégio Adventista de São Luís - CASL. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...