sexta-feira, 12 de março de 2010

Viva a Mulher!

Texto: Provérbios 31: 10-31

Autora: Elma Matos de Sousa, Departamental do Ministério da Mulher da Associação Amazonas Roraima.

Introdução:

A – O dia 8 de março é considerado mundialmente como “O Dia Internacional da Mulher”.
B – Através da História, entre todos os povos antigos e modernos, a mulher sempre foi discriminada e destituída de direitos sociais. Veja alguns casos do lugar da mulher na cultura e na História:
1 – Na Babilônia, a mulher não recebia o mesmo tratamento da lei, diante da mesma conduta de um homem.
2 – No Egito, a mulher era governada pela vontade do marido. Os contratos matrimoniais proibiam a esposa de sair de casa, sem a autorização dele.
3 – Na Grécia, não era permitido às mulheres irem ao mercado, pois podiam ser vistas pelos homens, que não fossem de sua família. Aristóteles dizia que a mulher era uma anomalia da natureza; era um homem defeituoso.
4 – Em Roma, o marido podia disciplinar a esposa, se a encontrasse conversando com alguém que não fosse de sua família.
5 – No judaísmo, o homem judeu devia orar todos os dias e dizer: “Bendito seja Deus que não me fez gentio, nem mulher”.

C – A consciência dos direitos das mulheres foi surgindo paralelamente aos direitos dos escravos.
D – Mesmo em pleno Século XXI, a mulher continua, em alguns países orientais, sendo tratada apenas como um objeto.
1 – Na Arábia Saudita, por exemplo, ainda hoje uma mulher não tem o direito de dirigir o seu próprio veículo: “Isso é coisa de homem”, dizem.
2 – No Nepal, as mulheres são vendidas para templos e prostíbulos.
3 – Nos Estados Unidos, a cada 15 minutos uma mulher é espancada e a cada 6 minutos uma mulher é violentada.
4 – No México, uma de cada 3 mulheres tem sofrido atos de violência física.
5 – No Brasil, a situação não é nada diferente; é muito pior.

I – AS MULHERES E JESUS CRISTO.

A – As mulheres sempre foram bem aceitas e respeitadas por Jesus. Se dentro do judaísmo as mulheres foram sempre discriminadas, Jesus quebrou essa regra, tornando-se a exceção. Veja os exemplos:
1 – Com a mulher pecadora na porta do templo. Ele a perdoou, dizendo-lhe: “Nem eu tampouco te condeno. Vai e não peques mais”.
2 – Com a mulher samaritana no poço de Jacó. Jesus conversou longamente com ela – o que não era permitido em seus dias - e a salvou.
3 - Na casa de Maria e Marta. Comeu com elas.
4 – Uma mulher enferma que O tocou. Foi curada imediatamente de sua enfermidade.
5 – Com a viúva de Naim. Jesus ressuscitou o seu filho.
6 – Muitas mulheres O acompanhavam em suas viagens missionárias.
7 – As mulheres levavam seus filhos para serem abençoados.
8 – Colocaram perfumes nos seus pés.
9 – Estiveram ao lado da cruz até o final.
10 – Foram as primeiras a chegar ante o túmulo vazio e a publicar a Sua ressurreição.

B – As mulheres na Igreja cristã primitiva, nos dias apostólicos.
1 – Exerceram um papel importante no crescimento da igreja.
2 – Nos dias de Paulo: “Dessarte, não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo.” (Gálatas 3:28).

II – ELAS ESTÃO VENCENDO

A – No mundo moderno, milhões de empresas estão sendo dirigidas por mulheres eficientes e eficazes.
B – Até a década de 1930, no Brasil, as mulheres não tinham o direito ao voto. Se não tinham o direito de votar, muito menos de postular à Presidência da República. Na década de 1980, a professora e deputada estadual Eunice Mafalda Michiles, do Amazonas, tornou-se a primeira senadora da República. No Maranhão, Roseana Sarney tornou-se governadora no seu estado e depois também senadora. Em outros estados aconteceram a mesma coisa. Como as coisas mudaram, e vão continuar mudando!... Quem duvida que logo tenhamos uma mulher na Presidência República?
C – Hoje, as mulheres estão conseguindo mais empregos que os homens.
1 – No Brasil de hoje existem tantas médicas quantos médicos.
2 – Já existem mais professoras que professores.
3 – Elas chegaram a um patamar de igualdade ou até de vantagem em comparação com os homens.
4 – As mulheres deixaram de ser alguém de segunda categoria, embora muita coisa precise melhorar em relação aos salários que recebem, levando em consideração aos salários masculinos.

III – UMA MULHER VIRTUOSA – Provérbios 31:10-31

A – O texto de nossa meditação fala de uma mulher virtuosa. Sabiamente, alguém desconhecido afirmou: “Por trás do heroísmo e do triunfo de um homem, está uma alma feminina. E esta alma, ao dar-se inteiramente com sublime abnegação evidencia indiscutível superioridade”. Como gostaria de ser essa mulher! É um texto muito conhecido das Escrituras. Vamos analisá-lo.
1 – “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor excede o de finas jóias. O coração de seu marido confia nela, e não haverá falta de ganho”. (31:10 e 11).
a) Por quê? Porque o coração do marido confia nela. Ele sabe que abaixo do céu ela é a pessoa que mais se interessa por ele. Quer ver o seu sucesso, vê-lo realizado e feliz, e fará qualquer sacrifício para que isto seja uma realidade.
b) Por causa disto, não haverá falta de ganho. Ganho não só de salário, mas do seu conceito, de alegria, de amigos, de consideração e de toda sorte de bênçãos.
2 – “Ela lhe faz bem e não mal todos os dias de sua vida”. (V.11)
a) Que gostoso e seguro é viver ao lado de alguém que só faz bem.
b) Que bem pode fazer ao marido uma esposa virtuosa!
c) Ela serve de estímulo a sua profissão e não de desânimo, sempre o encorajando a prosseguir.
(1) Ela é uma “segunda cabeça”, pensando juntamente com ele, em busca de soluções para os problemas da vida. Não é despersonalizada, mas tem o seu próprio parecer.
(2) Sua personalidade amável e polida é uma influência positiva no seu trabalho.
(3) Ela ajuda a aperfeiçoar e completar a personalidade dele com seu jeito especial de lidar com problemas.
3 – “Busca lã e linho e de bom grado trabalha com suas mãos. É como navio mercante: de longe traz o seu pão”. (Vs.13 e 14).
a) É trabalhadora, busca o que fazer e de bom grado – ou seja, feliz, de boa vontade,
b) Trabalha com as mãos. Ninguém faz algo de boa vontade se não estiver feliz. A felicidade deve estar dentro de nós em qualquer trabalho que se faça. Devemos ter a determinação de, com a ajuda de Deus, não sermos infelizes aqui na terra, quando nos colocamos nas mãos de Deus.
4 – “É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento à sua casa e a tarefa às suas servas”. (V. 15).
a) Existe equilíbrio. Não vale a pena se matar fazendo tudo sozinha. A mulher virtuosa sabe administrar a sua casa, distribuindo tarefas.
5 – “Examina a sua propriedade e adquire-a; planta uma vinha com a renda de seu trabalho”. (V.16).
a) É econômica na administração dos rendimentos da família. Gasta economicamente, visando o bem estar de ambos.
Ponderação: Disse-me um economista que, se alguém economizar todos os meses R$ 200,00, no final de 35 anos economizou cerca de R$ 400.000,00. Portanto, cuide dos centavos que os reais cuidarão de si mesmos.
6 - “Cinge os lombos com força e fortalece os braços”. (V. 17).
a)Diz o apóstolo Paulo: “Tudo posso naquele que me fortalece”. (Filipenses 4:8). A esposa virtuosa tem comunhão com Deus. É dependente de Deus. Ler a Bíblia e estuda a lição da Escola Sabatina diariamente.
Ilustração: Uma esposa estava me falando sobre o poder da oração. Quando o clima no seu lar estava pesado, ela se retirava e passava ali no seu carro umas duas horas orando e, ao chegar a sua casa, tudo voltava ao normal como se nada houvesse acontecido. A mulher virtuosa pensa em Deus antes de tomar qualquer decisão. É verdadeira amiga de Jesus.
7 – “Ela percebe que seu ganho é bom; a sua lâmpada não se apaga de noite”. (V. 18).
a) Na época em que não havia luz elétrica, era previdente. Isto é bom para manter
a autoestima.
8 – “Estende as mãos ao fuso, mãos que pegam na roca”. (V. 19).
a)Um dos maiores desafios para a mulher virtuosa é conseguir tempo para tudo: tecer, bordar e fazer, além dos afazeres domésticos, outros trabalhos, no mundo hodierno em que vivemos.
9 – “Abre a mão ao aflito; e ainda a estende ao necessitado” (V.20).
a)Não é miserável, nem egoísta. Ao contrário. É generosa. Ajuda ao próximo. Eu aprendi que quanto mais você dá, mais você recebe.
10 – “No tocante à sua casa, não teme a neve, pois todos andam vestidos de lã escarlate. Faz para si cobertas, veste-se de linho fino e de púrpura”. (Vs. 21 e 22).
a)A mulher virtuosa é a pessoa que mais se interessa pela aparência do esposo. Mantém roupas limpas e bem passadas. Preocupa-se com a combinação das cores. Observa gravata, meias, roupas faltando botões ou descosturadas. Ela também veste bem seus filhos e a si mesma.
a)Quando você se vestir, vista-se primeiro para o seu Criador, segundo para o seu marido e para você mesma.
(1) O salmista dizia: “Agrada-me fazer a Ta vontade, ó Deus meu”... (Salmos 40:8).
(2) Não se esqueça de que a beleza é um estado de espírito.
11 – “Seu marido é estimado entre juízes, quando se assenta com os anciãos da terra”. (V. 23).
a)É no lar que se acumula forças para a vida pública. No lar, a esposa lhe comunica a inspiração e a força que o fazem “Estímulo entre os juízes”.
12 – “Ela faz roupas de linho fino e vende-as, e dá cinta aos mercadores”. (V.24).
a)Deve trabalhar e ganhar dinheiro. Isto faz bem para uma mulher.
13 – “A força e a dignidade são os seus vestidos, e, quanto ao dia de amanhã, não tem preocupações”. (V.25)
a) Força e dignidade. O cristão precisa ter um padrão de conduta e nobreza moral, decoro e decência.
b) Não tem preocupações quanto ao dia de amanhã. Não vive ansiosa. Vive bem o dia de hoje.
14 – “Fala com sabedoria, e a instrução da bondade está na sua língua” (V. 26).
a) Fala com sabedoria pública, pessoal e individualmente. Somos as porta-vozes de Deus para todos os homens. Ela tem a instrução da verdade. É uma boa conselheira.
15 – “Atende ao bom andamento da sua casa e não come o pão da preguiça”. (V. 27).
a) Tem cuidado da casa. Limpa. Deixa em ordem. Tem bom gosto.
b) Não tenha preguiça de cozinhar. Lembre-se: “Se o seu marido não tem coração, mas tem um estômago”. Prenda seu marido cozinhando. Ele pode mudar.
16 – “Levantam-se seus filhos e lhe chamam ditosa; seu marido a louva, dizendo: Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas”. (Vs. 28 e 29).
a) O que queremos que um filho seja devemos ser nós mesmas.
b) Devemos mostrar aos filhos a felicidade de sermos cristãos. Nunca lamentar diante deles problemas da igreja, criticar os irmãos, falar de injustiças sofridas, nem tampouco revelá-las por nossas queixas.
c) Tente simplificar as coisas, sendo uma intermediária entre o esposo e os filhos, tornando-o mais tolerante e compreensivo.
17 – “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada. Dai-lhe frutos das suas mãos, e de público a louvarão as suas obras”. (Vs. 30 e 31).

Conclusão:

A - Embora não seja tão fácil ser a mulher virtuosa, Jesus nos garante a vitória.
B - Que Ele nos conceda a graça e o grande privilégio de sermos a mulher virtuosa do livro de Provérbios.
C - Que um dia, juntos com a nossa família, pela graça de Deus, possamos habitar no lar dos salvos, com Jesus. Amém!


Pr. Emmanuel de Jesus Saraiva
Natural de São Luís – Ma. Formado em Teologia, Pedagogia e Letras. Autor de dois livros: “Memórias da África” e “A História do Adventismo no Maranhão”. Trabalhou como pastor em várias igrejas no Maranhão, dentre as quais a Igreja Central de São Luís. Foi departamental de Jovens e Educação nas Missões Costa Norte, Central Amazonas e Nordeste e diretor do Educandário Nordestino Adventista – ENA. Por seis anos foi missionário na África, como diretor do Seminário Adventista de Moçambique, onde lecionou várias disciplinas teológicas, dentre as quais Homilética e Oratória. Casado com a professora aposentada Nilde Fournier Saraiva. Tem duas filhas: Raquel e Léia. Trabalhou como pastor por 35 anos. Hoje, jubilado, mora em São Luís - MA e atua como Ancião da Igreja do Colégio Adventista de São Luís - CASL.  

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...