terça-feira, 9 de junho de 2009

Crentes em Lugares Errados

SERMÃO

Texto: Salmo 1:1

Introdução:

A – O primeiro verso do primeiro Salmo da Bíblia é um conselho de Deus a todos os que querem viver a seu lado. É também uma bem-aventurança a todos os que querem realmente ter uma vida feliz.

1 – Diz o salmista: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores”.
2 – Os crentes não poderão andar na contramão da vida, vivendo ao lado dos ímpios. Assim como não pode haver ligação entre a luz e a escuridão, é impossível haver comunhão entre os filhos de Deus e os filhos das trevas.

B – Há muitos crentes que estão vivendo em lugares errados.

1 – As Escrituras mencionam, para o nosso exemplo, a história de crentes que viveram em lugares errados e, como conseqüência, se deram mal. Vamos a alguns exemplos:

I – ABRAÃO NO EGITO E NA TERRA PROMETIDA.

A – Gênesis 12: 10- 20

1 – O pai dos crentes e homem de fé meteu-se numa grande encrenca porque quis andar na contramão.
2 – Abraão foi parar no Egito por causa da fome, provocada pela seca que assolava a região onde vivia. Como um ser humano, tinha as suas necessidades e debilidades humanas.
a) Teve medo do que deveria acontecer a ele e a sua mulher, Sarai. Por causa disto, resolveu contar uma meia-verdade, dizendo que Sarai era sua irmã. Uma meia-verdade pode ser uma grande mentira. Sarai era a sua irmã por parte de pai, mas era também a sua esposa.
b) No Egito, Abraão tinha de tudo do bem e do melhor, ficando rico, vindo a ter ovelhas, bois, jumentos, escravos e camelos à custa de uma mentira.
(1) A mentira, porém, tem as suas consequências: vieram as grandes pragas por causa de Sarai mulher de Abraão, que se tornou mulher de faraó.
3 – Todo o problema foi criado porque Abraão entrou no Egito pela contramão.

II – DAVI NO EIRADO DA CASA REAL, E NÃO NA BATALHA.

A – II Samuel 11:2 – “Uma tarde, levantou-se Davi do seu leito e andava passeando no terraço da casa real; daí viu uma mulher que estava tomando banho; era mui formosa”.

1 – Davi era um crente que estava em um lugar errado.
2 – Todo o seu exército estava em guerra, mas ele preferiu ficar em palácio. Foi aí que tudo começou: se ele como um grande guerreiro tivesse ido para a batalha, não teria pecado.
a) Há um ditado que diz: “Mente desocupada é oficina de Satanás”.
3 – Davi, andando na contramão, fez tudo o que um crente não pode fazer.

a) Pagou uma multa muito cara como consequência de sua transgressão.
b) Embora perdoado por Deus, nunca mais foi o mesmo homem. Dizia sempre: “O meu pecado está sempre diante de mim”.
(1) Todo pecado tem o seu preço.
(2) Dando um mau exemplo, problemas e rebeliões surgiram no do seu próprio lar.

B – Davi foi um crente que, infelizmente, esteve em lugares errados andando na contramão da vida.

III – JONAS NO NAVIO PARA TARSIS, E NÃO EM NÍNIVE.

A – O lugar de Jonas deveria ser a cidade de Nínive.

1 – A ordem de Deus a Jonas: “Dispõe-te, vai a grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim”.

a) Jonas, na contramão, pegou um barco e foi em outra direção – a Társis.

2 – Naquele barco, Jonas era um crente em um lugar errado.
3 – Os marinheiros fizeram – lhe várias perguntas:

a) Que ocupação é a tua?
b) Donde vens?
c) Qual a tua terra?
d) E de que povo és tu?

3 – Por andar na contramão, Jonas teve que pagar uma multa muito cara: foi parar no ventre de um grande peixe.
4 – Quão bom que o milagre aconteceu! Jonas foi para o lugar certo, onde deveria estar – a cidade de Nínive. Ele pregou a mensagem, fazendo agora a vontade de Deus.

IV – PEDRO PERTO DA FOGUEIRA DO INIMIGO, E LONGE DE JESUS.

A – Lucas 22: 54-59 - “... Pedro seguia de longe. E, quando acenderam fogo no meio do pátio e junto se assentaram, Pedro tomou lugar entre eles. Entrementes, uma criada, vendo-o assentado perto do fogo, fitando-o, disse: Este também estava com ele. Mas Pedro negava, dizendo: Mulher, não o conheço. Pouco depois, vendo-o outro, disse: Também tu és dos tais. Pedro, porém, protestava: Homem, não sou. E, tendo passado cerca de uma hora, outro afirmava, dizendo: Também este, verdadeiramente, estava com ele porque também é galileu”.

1 – Que mau exemplo foi o de Pedro!

a) Estava na roda dos escarnecedores.

Aplicação homilética: Quantos hoje seguem o mau exemplo de Pedro.

(1) Quantos hoje gostam de ficar na roda de jogo.
(2) Quantos gostam de ficar em um lugar ouvindo piadas picantes e imorais.

Ilustração: Uma anedota picante. Estava certo pastor numa roda conversando com alguns amigos. Um deles quis contar anedota imoral. Disse:
– “Não existe nenhuma mulher aqui por perto. Então, vou contar essa piada...”
– “Não existe nenhuma mulher” – respondeu o pastor – “mas existe um homem. Por favor, não conte em respeito a minha pessoa”.

CONCLUSÃO:

A – O salmo do nosso texto diz: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto faz será bem-sucedido”.

B – As experiências negativas de Abraão no Egito, de Jonas indo na contramão para Társis, de Davi sem ter o que fazer no eirado do palácio, de Pedro ao redor de incrédulos aquecendo-se numa fogueira deve servir de exemplo e de estímulos para agirmos ao contrário, vivendo sempre ao lado de Deus.

1 – Não obstante, mesmo que você esteja agora num lugar errado, Deus o ama e quer lhe tirar do fundo do poço em que se meteu. Deus é misericordioso.

a) O Deus que teve misericórdia de Abraão, de Davi, de Jonas e de Pedro entende os seus problemas e desvios da vida. Ele quer lhe perdoar.
Ilustração: Perdoado pelo DETRAN.
Aconteceu na minha família. O meu neto, quando criança, meteu no nariz uma bolinha de gude, essas bolinhas de vidro que as crianças gostam de brincar. Ele estava morrendo sufocado sem poder respirar bem. Necessitava urgente de cuidados médicos. O seu pai, com medo do que poderia acontecer, colocou-o no automóvel e correu para o hospital mais próximo. Atravessou todas as avenidas em velocidade. Perto de sua casa há uma avenida com barreira eletrônica. Ele passou por ela velozmente, tentando salvar o seu filho, que foi socorrido a tempo e não morreu. Um mês depois chegou a multa do DETRAN. Além de pagar a infração, iria perder muitos pontos na carteira de motorista. Ele fez uma carta ao Órgão, explicando tudo o que havia acontecido. Não negou que havia cometido uma infração gravíssima, mas apresentou todos os documentos hospitalares e médicos, pedindo clemência. Aguardou a resposta. Um dia recebeu uma carta do DETRAN que lhe dizia em poucas palavras: “Você foi perdoado!” Eu o vi pulando de alegria e dizendo: “Eu fui perdoado! Eu fui perdoado!”...

b) Mesmo andando em lugares errados, Deus, em sua infinita bondade, está disposto a nos perdoar, quando nos voltamos para Ele e pedimos perdão por nossas culpas.
c) Se você é um crente e tem andado por lugares errados, peça perdão a Deus. Ele vai lhe perdoar.

ORAÇÃO: Senhor Deus e nosso Pai amado, acabamos de ouvir os Teus conselhos. Agora Te pedimos que nos ajude a nunca andarmos na contramão da vida. Que sempre estejamos no lugar certo, onde Tu queres que vivamos, a fim de que possamos morar contigo um dia no lar dos remidos. Nós te pedimos em nome de Jesus. Amém!


Hinos sugeridos: H.A., 285, 303, 304, 305.


Pr. Emmanuel de Jesus Saraiva
Natural de São Luís – Ma. Formado em Teologia, Pedagogia e Letras. Autor de dois livros: “Memórias da África” e “A História do Adventismo no Maranhão”. Trabalhou como pastor em várias igrejas no Maranhão, dentre as quais a Igreja Central de São Luís. Foi departamental de Jovens e Educação nas Missões Costa Norte, Central Amazonas e Nordeste e diretor do Educandário Nordestino Adventista – ENA. Por seis anos foi missionário na África, como diretor do Seminário Adventista de Moçambique, onde lecionou várias disciplinas teológicas, dentre as quais Homilética e Oratória. Casado com a professora aposentada Nilde Fournier Saraiva. Tem duas filhas: Raquel e Léia. Trabalhou como pastor por 35 anos. Hoje, jubilado, mora em São Luís - MA e atua como Ancião da Igreja do Colégio Adventista de São Luís - CASL.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...