terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Sexo na Hora Certa

Explosivo e excitante, o sexo é uma força que mexe com a cabeça de quase todo mundo. Os sentimentos das pessoas sobre ele podem ser diferentes, mas não deixam de ser fortes. Prova disso é que, quando se menciona a palavra sexo, uns se envergonham, outros dão risadinhas ou reagem de outro jeito, mas todos ligam as antenas. Quem é normal gosta de sexo. Nada de errado com isso.

Agora, se você acha que pode manter relações sexuais em qualquer momento, porque é saudável, e com todo mundo, porque não é pecado, lembre-se: o mesmo Deus que criou o sexo criou o casamento. É diferente do que se diz por aí, casar virgem, não é nada careta. Ao contrário, está mais na moda do que nunca.

Esperar a hora certa, é mais seguro! Além disso, não é uma membrana tão pequena como o hímem, que vai determinar a quantidade de amor que há entre um casal. O amor é muito mais complexo. Quando existe amor entre um homem e uma mulher, o respeito, carinho e atenção falam mais alto do que prazer físico.

Há muitos incentivos para prática do sexo antes do casamento, mas felizmente os jovens estão aprendendo a tomar suas próprias decisões e desenvolvendo forças para dizer “não”. Em 1994, a Associação Cristã de Moços de Saint John realizou um concurso, no Canadá, com a participação de centenas de garotas. A ACM premiaria a resposta mais criativa à cantada “Se você me ama vamos fazer sexo”.

A frase vencedora foi: “Não vamos”. Infelizmente, sempre que Deus faz alguma coisa Satanás se esforça para destruir. Ele tem um arsenal de recursos para despertar a curiosidade humana para a prática do sexo antes do casamento, quando esse é um item exclusivo dentro da santidade do casamento.

Ele leva os jovens a procurar o sexo, principalmente quando: Sentem insegurança com a sua aparência, e no fundo, desejam provar quem são. Tem facilidade para ser impulsivos do que pensativos. Tem pouco ou nenhum interesse nos valores espirituais. Vêm de famílias onde não tinham muita amizade com os pais.

Não se sentem amados em casa, e quando não percebem expressões de aprovação e apreciação entre os pais e irmãos. Não pensam com cuidado acerca de si mesmos, e a respeito do sexo antes do casamento. Quando estão com a auto-estima baixa e não reconhecem o seu valor.

Isto significa que quando estiverem de cara com a tentação, vão seguir seus próprios impulsos, sem ligar para as conseqüências nem para o princípio que podem estar quebrando. MOTIVOS PARA DEIXAR O SEXO COMO UM PRESENTE DE CASAMENTO Existem muitos motivos para confirmar que Deus está certo ao apresentar o sexo como o Seu presente de casamento para um casal. Confira:

Ele diz claramente que você deve esperar até o casamento. Só no casamento os dois devem se tornar “uma só carne”(Gên. 2:24) Prejudica a amizade com Ele. Você se sente distante de Deus quando segue um caminho diferente do que Ele recomendou. Compensa? Prejudica a reputação. Fica a fama de fácil. As pessoas gostam de se aproveitar dos fáceis, mas preferem relacionamentos sérios com os fiéis.

Interfere na comunicação do casal. Quando o sexo surge no namoro ele vira prioridade no relacionamento. A atração e a aventura dão um tempero diferente. Todo o tempo que passam juntos é aproveitado para o envolvimento sexual, ou para criar um “clima”. O bate-papo tão importante para que os dois se conheçam e vivam felizes por toda a vida, passa a ser secundário.

Deixando o sexo para o casamento, há mais possibilidades do desenvolvimento de uma forte amizade entre o casal. O diálogo faz com que os dois se aceitem, se entendam, se ajudem, e isso é amizade. O sexo dentro do casamento vai ser o presente. O desejo sexual se torna mais forte do que o sentimento do amor.

O relacionamento passa a ser mantido mais pela beleza e pela atração dos corpos, do que pelo amor. Leva a dependência de vícios sexuais. Como não há comprometimento, buscam-se “novas” maneiras de tornar o sexo um prazer. Surgem aí os vícios sexuais que acompanham uma pessoa por toda a vida.

Tira o brilho da relação sexual dentro do casamento. Sexo proibido, aventura,tem outro sabor. Quando o casamento chegar, e tudo se tornar normal e permitido, o brilho diminui consideravelmente. Pode surgir ressentimento entre os dois por saber que um já perdeu a virgindade. Com quem foi? Como foi? Por que não foi comigo? Foi tão fácil?

São perguntas que vão arranhar o relacionamento depois do casamento. Fica o modelo das comparações, no casamento. Se ele ou ela já experimentaram o sexo com outros, como foi? Será que comigo está sendo tão bom? Durante a relação sexual, surgirá também, o risco de lembranças de experiências anteriores. Pode provocar, mais tarde, experiências extra-conjugais.

Depois que você se libera antes do casamento, é muito mais difícil voltar atrás. O risco de contrair DST (doenças sexualmente transmissíveis) e AIDS é muito grande. O prazer começa a falar mais alto do que a razão, e aí tudo pode acontecer. O risco de gravidez e aborto está sempre presente. Basta ver a quantidade de pais e mães solteiros hoje e o número de abortos.

Abala o relacionamento com os pais. Os pais proíbem, os filhos forçam, e se cria uma confusão. Tudo por causa de uma relação que pode ser passageira. Compensa arranhar o relacionamento com os pais, companheiros de toda a vida, por vontades próprias ou momentos de prazer? Pode provocar prejuízo no comportamento dos filhos.

Dificilmente os filhos serão melhores do que seus pais. Eles poderão dizer, amanhã, quando você for orientá-los: “Não se preocupe, não vou fazer com meu namorado nada mais do que vocês faziam quando namoravam.” É isso que você quer? O fim de um namoro onde houve sexo é muito doloroso. Os corpos criaram compromisso e intimidade e isso fica difícil de quebrar quando se descobre que um não foi feito para o outro.

Quando você espera até o casamento está demonstrando amor. Quem ama respeita! A espera tem a bênção de Deus. Deus e seus secretários: a vida e o tempo, se encarregam de recompensar a obediência. (Motivos apresentados por Jaime Kemp em “Sexo aqui e agora?!”) Avalie estes motivos! Pense na sua felicidade e também na felicidade de quem você ama. A melhor escolha é deixar o sexo para a hora certa.

É possível resistir confira

Se você está lutando para se manter puro, ou para mudar seus hábitos sexuais, e assim voltar ao plano original de Deus, é importante seguir alguns conselhos, confiando que em Deus podemos todas as coisas (Filip. 4:13). Confira estas dicas, elas podem ajudar-lhe: Aprenda a dizer não. Crie medidas preventivas para evitar a tentação. Evite assistir programas e filmes picantes com apelos eróticos. Mantenha um diálogo aberto com o(a) namorado(a) sobre seus sentimentos acerca do momento certo para o sexo.

Tenha um super amigo para quem você possa contar suas lutas e buscar apoio. Relacione-se com pessoas que tenham os mesmos objetivos que você. Planeje bem seus encontros, criando sempre atividades diferentes. A rotina abre as portas para o prazer, e para a tentação.

Estabeleça seus limites no início do namoro, e mantenha-os. Controle as carícias, controlando seu próprio corpo. Evite ficar sozinho com o(a) namorado(a) por muito tempo. Gaste tempo meditando nas coisas de Deus para ser “transformado pela renovação da mente” (Rom. 12:2). Bons pensamentos geram boas atitudes.

Pense nos benefícios que você tem ao deixar o sexo para a hora certa. Não se julgue forte e capaz para vencer sozinho as tentações sexuais. Dependa de Deus, pois Ele é quem conhece seu “funcionamento”. Insista em seguir os planos de Deus. Confie em Seu poder. A oração traz transformação. Faça um compromisso com você mesmo e com Deus. Ele não falha.

Deus compreende como é difícil para os solteiros se manterem “intactos” até o casamento. Ele sabe que, às vezes, os impulsos falam bem mais alto, e está disposto a ajudar. Vale a pena confiar nEle. É bom sempre recordar, que o namoro é um período de conhecimento sadio.

Nele é preciso cuidar, estabelecer limites e contar com a ajuda de Deus, porque um relacionamento mal dirigido entre duas pessoas de sexo oposto, em vez de lucros pode trazer prejuízo e produzir conseqüências desastrosas para o futuro. Por isso, deixe o sexo para a hora certa!


VINÍCIUS A. MIRANDA

Tecnólogo em Comércio Exterior, Teólogo (nível básico), Regional J.A, Líder Master de Jovens e primeira medalha de dedicação do Paraná. Casado com Juliana dos Reis Nogueira Miranda.

Editor geral do Blog Tinguiteen, Blog Esperança, Central de Diretores J.A., Portal J.A. e Colunista do Blog Ação J.A.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...