terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O Homem Incomparável

O nosso tema é: O Homem Incomparável.

"É um Homem alto e de majestosa aparência. A sua face ao mesmo tempo severa e doce, inspira respeito e amor. Seu cabelo é da cor do vinho, e desce ondulado sobre os ombros, dividido ao meio, ao estilo nazareno.

"Sua fronte é pura e altiva; tem a cútis rosada, límpida. A boca e o nariz são perfeitos. A barba é abundante e da mesma cor do cabelo. Os olhos azuis, plácidos e brilhantes. Os braços de uma graça encantadora.

"É grave, comedido e sóbrio em Seus discursos. Repreendendo ou condenado é terrível; instruindo e exortando, a Sua Palavra é doce e acariciadora.

"Ninguém o viu rir, mas muitos O têm visto chorar. Caminha com os pés descalços e a cabeça coberta.

"Vendo-O à distância, há quem O desaprecia; mas estando em Sua presença, não há quem não estremeça com profundo respeito."

Hoje temos o prazer de lhes apresentar a Cristo Jesus, o Homem Incomparável.

O apóstolo Paulo, escrevendo a Timóteo, jovem missionário da Igreja Primitiva, na introdução de sua epístola, escreveu estas palavras plenas de significado:

I Tim. 1:1 – "Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, pelo mandato de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, esperança nossa." Paulo cifrava em Cristo as suas mais acariciadas esperanças.

I – IDENTIDADE DE JESUS CRISTO

Mas se Jesus é a nossa esperança, esperança de perdão, esperança de paz, esperança de vida eterna, se Ele é a nossa única e suprema, consoladora esperança, devemos saber mais a respeito dEle: Jesus, o Homem Incomparável.

Porém, onde iremos achar mais luz a respeito de Jesus Cristo?

Notem as Suas próprias palavras, indicando-nos o único lugar onde achá-la: "Examinai as Escrituras porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de Mim." (João 5:39). Aqui está o segredo, aqui temos o Livro Santo que nos fala do Homem Incomparável.

Busquemos as páginas luminosas deste Livro, e tratemos de identificar

Aquele de Quem o Livro testifica.

Não procuremos nele outra coisa. Algumas pessoas lêem a Bíblia para averiguar como Davi matou o gigante Golias. Outros para encontrar a história de Adão e Eva; outros para buscar lindos trechos de composição poética. Outros procuram encontrar na Bíblia apoio para as idéias que receberam desde a infância.

Entretanto, devemos ler a Bíblia, em primeiro lugar, para nela achar a Jesus Cristo. A história do Homem Incomparável se acha pintada com cores vívidas desde o Gênesis até o Apocalipse.

Portanto, vamos ler em Gênesis sobre Jesus, o Homem Incomparável:

A) O QUE DISSERAM OS PROFETAS?

1) MOISÉS falou de Jesus

Gên. 3:15: "Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar."

Aqui temos uma sentença. Adão e Eva pecaram contra a lei do Céu, mas esta não foi uma sentença contra nossos primeiros pais. Era uma condenação contra Satanás.

E quando estas palavras foram dirigidas a Satanás aos ouvidos de Adão e Eva, o inimigo sentiu que seu poder seria quebrado, e ao mesmo tempo foram palavras plenas de esperança para a raça caída.

Assim, o Evangelho da salvação, o grande plano da redenção foi patenteado pelo próprio Cristo, a Semente da mulher.

Os anjos celestiais foram também comissionados para desdobrar o plano da salvação providenciado. Afirmaram a Adão e Eva que, apesar de seu grande pecado, não seriam abandonados ao domínio de Satanás. Em Cristo poderiam depor inteiramente a sua esperança – não morreriam eternamente: Cristo haveria de tomar a sua condenação e morrer em seu lugar.

Adão se comoveu diante de tal amor, e rogou que a condenação não recaísse sobre Jesus, o Filho de Deus. Mas o Salvador Se dispôs a redimir a raça humana e nada O demoveria desse nobre propósito.

O Evangelho que foi inicialmente comunicado aos nossos primeiros pais, foi transmitido através de sucessivas gerações por eles mesmos a Noé, Abraão e Moisés. Outros profetas surgiram, e finalmente esse conhecimento de Cristo como a nossa esperança chegou até nós.

2) ISAÍAS falou de Jesus

Isaías foi um desses profetas, mas se destacou entre eles de tal forma, que é chamado o profeta evangélico. Ele apresenta a Cristo como a suprema esperança do homem.

Isaías 9:6: "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz."

O profeta evangélico que nos apresenta a Jesus, demonstra ser Jesus o Homem Incomparável, no Seu nascimento, na Sua morte, ressurreição, na Sua ascensão, e finalmente na Sua coroação no trono de Davi.

Aqui temos a identificação verdadeira de Jesus Cristo.

Em 1º lugar, Ele foi uma criança que nasceu de modo sobrenatural, um "Menino" que nasceu em forma misteriosa, é o mistério da encarnação de Cristo, é a união de duas naturezas: a natureza divina unida à natureza humana numa só personalidade – é Deus-Homem a um só tempo.

E maravilha das maravilhas, esse Menino "se nos deu". Foi a maior Dádiva do Céu. Em Cristo Jesus, Deus nos entregou toda a incomensurável riqueza do amor, da sabedoria e do conhecimento.

Cristo é a maior Dádiva do Céu, porque nEle temos o próprio Céu. Ele é o Homem Incomparável porque é Deus também.

E notamos na 2ª parte do verso 6 que "o governo está sobre os Seus ombros". Sim, porque o Homem Incomparável reinará com poder e glória sobre o trono de Davi. Na cruz, Ele inaugurou a primeira fase, o reino da graça; em breve na Sua Segunda Vinda, inaugurará o trono da glória.

E finalmente, na 3ª parte do verso 6, temos o nome do nosso Salvador, a identificação do Homem Incomparável. E Ele assim é, porque o Seu nome será: "Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz". Há alguém, além de Jesus Cristo, que pode ter esse nome? Não, de modo nenhum! Ele é o Único. Ele é o Homem Incomparável, porquanto nunca houve ninguém como Jesus.

3) JEREMIAS testificou também

Vamos ler agora o que nos disse o profeta Jeremias acerca do Homem Incomparável.

Jer. 23:6: "Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro; será este o seu nome: SENHOR, Justiça Nossa."

Notamos que o profeta das lamentações identifica a Jesus como o "Senhor, Justiça nossa", e esse nome aponta à Sua gloriosa obra de imputar-nos a Sua maravilhosa justiça que demonstrou a todo o universo quando viveu aqui na terra.

Paulo disse: "Jesus, esperança nossa" (1Tim. 1:1). Jeremias disse: "O Senhor, justiça nossa". Com efeito, nossa única esperança de salvação, nossa suprema esperança de vida eterna, nossa esperança de justiça se encontra em Cristo Jesus, o Senhor justiça nossa.

Ele é o Homem Incomparável, porque ninguém na Terra viveu uma vida de justiça, sem mancha, sem mácula, sem um único pecado. Jesus viveu entre os homens como o lírio cresce na lama.

Meus amigos, irmãos de idêntica preciosa fé: Nunca houve ninguém como Jesus, o Senhor Justiça nossa. Ponha nEle a sua inteira esperança.

B) QUE DISSERAM OS SEUS CONTEMPORÂNEOS?

Os contemporâneos de Jesus, os que viveram no tempo de Jesus, são as melhores testemunhas, melhores que os céticos e incrédulos modernos. Em toda a História, os tribunais têm dado grande valor ao depoimento de testemunhas oculares.

1) JOÃO BATISTA: "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo." (João 1:29).

2) SIMEÃO, o velho encanecido Simeão, quando viu a Jesus Cristo no templo, testificou: "Os meus olhos já viram ... a salvação." (Luc. 2:30).

3) ANDRÉ, um dos apóstolos: "Temos achado o Messias (que quer dizer Cristo)." (João 1:41).

4) NATANAEL, verdadeiro israelita em quem não há dolo: "Tu és o Filho de Deus." (João 1:49).

5) NICODEMOS, grande teólogo, senador em Israel, disse: "Sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus." (João 3:2).

6) Os SOLDADOS que foram prender a Jesus: "Jamais alguém falou como este Homem." (João 7:46). Jesus é o Homem Incomparável.

7) PILATOS: "Eu não acho nEle crime algum." (João 18:58).

8) O CENTURIÃO, oficial romano: "Realmente, este homem era justo. Verdadeiramente, Este era Filho de Deus." (Luc. 23:47; Mat. 27:54).

C) QUE DISSE JESUS DE SI MESMO?

1) S. João 6:48 – "Eu sou o Pão da vida".

Alguém jamais ouviu Confúcio dizer: "Eu sou o pão da vida"? Porventura Buda disse isto? Não! Homem nenhum jamais proferiu tão significativa sentença. Jesus é Incomparável.

2) S. João 8:12 – "Eu sou a Luz do mundo".


Porventura algum grande filósofo fez tal declaração? Por acaso algum profeta moderno, por exemplo Kirkgaard pôde dizer tal coisa? Tomás de Aquino a proferiu? Ou Maomé no passado?

Mas o Incomparável Homem de Nazaré falou, e na Sua voz sentimos a melodia celeste, a voz do próprio Deus, transmitindo a luz.

Ó amigos, deixem as luzes bruxuleantes deste mundo, e venham para a luz eterna!

3) S. João 10:11 – "Eu sou o Bom Pastor". Jamais ouvimos alguém, com exceção de Jesus, dizer: "Eu sou o Bom Pastor". Ele é o Único que deu a Sua vida pelas Suas ovelhas.

4) S. João 11:25 – "Eu sou a Ressurreição e a Vida". Será que Aristóteles podia dizer isto? Não! Podia Platão dizê-lo? Tampouco Maomé. Mas o Incomparável Jesus que era a Personificação da Vida, disse com meridiana clareza: "Eu sou a Ressurreição e a Vida". Graças a Deus por Jesus Cristo.

5) S. João 14:6 – "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida ". Sócrates jamais disse tal coisa. Mas Jesus Cristo diz aos que trilham o caminho desta vida – caminho tenebroso, por vezes árduo, por vezes tão íngreme, Jesus nos dá uma consoladora certeza, ao dizer: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida". Com efeito, nunca houve ninguém como Jesus.

II – O QUE FAREMOS DE JESUS?

Disse Pilatos à multidão que clamava por uma ação pronta: "Que farei, então, de Jesus, chamado Cristo?" (Mat. 27:22). Pilatos dirigiu-se ao povo que queria crucificar a Jesus, e lhes perguntou: "Que farei eu de Jesus, chamado Cristo?" Que fará você de Jesus, chamado Cristo? Que faremos nós de Jesus, chamado Cristo? Que faremos do Incomparável Homem de Nazaré?

Há três coisas você deve fazer para ter paz de alma, para ter esperança de perdão, esperança de vida eterna: para você e a sua casa.

A) Em 1º lugar: Recebe você mesmo a Jesus Cristo como seu Salvador pessoal. Permita que Ele ocupe o seu coração, dando-Lhe o primeiro lugar.

1) Vamos receber ao Homem Incomparável, vamos lhe entregar a nossa vontade rebelde, vamos depor aos Seus pés todos os nossos pecados. Vamos confessá-los, experimentemos o verdadeiro arrependi-mento. Andemos com sinceridade de alma. Vamos andar com Jesus Cristo.

2) Oremos mais intensamente, rogando a orientação divina para a nossa vida. Busquemos a Deus em oração fervente.

3) Busquemos também a Jesus através das páginas do Sagrado Livro; procuremos encontrar na Bíblia a Cristo, o alimento para a nossa alma, o pão que desceu do Céu.

Vamos fazer de Jesus o nosso melhor Amigo, Aquele em Quem podemos confiar. Vamos amá-Lo e guardar sinceramente todos os Seus mandamentos. Vamos andar com Ele pela fé.

B) Em 2º lugar: Dê aos seus filhos o prazer e o privilégio de conhecer mais a Jesus Cristo. Quanto mais eles O conhecerem, mais O amarão.

De que modo irão conhecê-Lo melhor?

1) Através do culto familiar, no início e no fim do dia. Contem no culto as histórias de Jesus para os seus filhos. Deixem-nos participar nas leituras sagradas, e ensinem o respeito e a reverência pelo que é santo. Não brigue não bata nos filhos na hora do culto, para que eles não se revoltem. Não irritem os seus filhos em tempo algum, e especialmente na hora do culto. Sorriam, sorriam – mostrem pelo sorriso simpático a alegria de Jesus.

2) Traga os filhos para os cultos da Igreja. Não perca nem um só dos cultos da Igreja: aos sábados, aos domingos e quartas-feiras, e sempre acompanhados dos seus filhos. Lembre-se de que os seus filhos precisam conhecer mais a Jesus Cristo. Não perca nenhum oportunidade: com chuva ou bom tempo, faça um sacrifício e venha à Igreja com todos os filhos. Eles precisam de Jesus.

3) Ainda mais: ponha os seus filhos numa Escola Adventista, escola cristã, onde eles possam ouvir mais do Homem Incomparável – Jesus, a nossa Esperança.

Os seus filhos seguramente não escolherão a Cristo, se ouvirem falar dEle apenas 2 horas no sábado, e passarem a semana inteira ouvindo as coisas do mundo em outras escolas, através de professores incrédulos, irreverentes e ateus.

Mas se o seu filho ouvir de Jesus Cristo no culto familiar (de manhã e à noite), nos três cultos da Igreja, e todos os dias numa Escola Adventista, ou em nossos internatos, eu lhes asseguro sem medo de errar: Eles escolherão o Homem Incomparável, eles farão a maior escolha de sua vida ao preferirem o Senhor Jesus Cristo.

Era um lindo dia de sol, quando batem intensamente à porta de um pastor. Ao ser aberta a porta, una senhora se precipita para dentro da sala exclamando: "Por que ela me fez isto? Dei-lhe tudo o que desejava e agora vejo que foi tudo em vão. Por que ela me fez isto?"

A história é a seguinte: Um casal possuía uma filha única, que foi educada com todo o esmero, recebeu tudo o que desejava e agora, depois de tudo isso; ela vivia uma vida irregular, dando muito desgosto aos pais, que tinham feito tudo pela única filha, todo o seu orgulho nesta vida.

"Nós lhe demos tudo e agora ela fez isto."

O pastor, compenetrado, escuta a curta mas tocante história de uma mãe desesperada, e então calmamente faz a seguinte e solene pergunta: "Vocês também lhe deram Jesus?"

"Não", respondeu a mãe, "nós não somos muito religiosos."

Que tristeza! Tinham dado tudo à filha, todos os prazeres do mundo foram dados, menos a coisa mais importante – Jesus – porque faltava religião naquela casa.

Sim, Jesus é "o caminho, e a verdade e a vida".

Tudo menos Jesus, eis o fracasso.

C) Em 3º lugar: Você deve falar de Cristo para os outros. Dizíamos que primeiro você deve receber a Cristo, logo você deve levar os filhos a Cristo, e agora você deve testificar de Cristo.

Você deve testificar de sua fé aos que não têm fé; ser uma luz aos que jazem nas trevas. Você deve levar o pão espiritual aos famintos. E Cristo será a sua mensagem, Ele é a esperança das almas em pecado.

Não fique calado: fale da verdade aos outros, fale de Jesus. Aprenda a dar estudos bíblicos – nós temos cursos sobre isto. Ofereça literatura aos vizinhos e amigos: folhetos, revistas, empreste os seus livros que estão sendo comidos pela traça, tire-os das prateleiras. Ofereça os cursos da Voz da Profecia.

Ganhe uma alma para Jesus Cristo. Escolha uma pessoa para trabalhar com você. Não fique parado aí, não seja apenas um papa-sermões. Trabalhe por Jesus.

E não esqueça: Nós só conservaremos o Salvador conosco, se nós O comunicarmos aos outros.

APELO:

O que vocês farão agora de Jesus, chamado Cristo? Que faremos do Incomparável Homem de Nazaré?

Vamos recebê-Lo, vamos dá-Lo aos filhos, vamos comunicá-Lo aos outros. Se nós fizermos isso, nós estaremos conservando para nós a maior Esperança, a Esperança da glória – Cristo Jesus, o Incomparável Homem de Nazaré.

Podemos nós fazer agora uma nova entrega a Jesus Cristo? Que farão vocês de Jesus, chamado Cristo?

Vamos nos reconsagrar ao nosso querido Salvador! Vamos suplicar dEle o perdão!

Façamos um novo propósito para a nossa vida com os nossos filhos, levando-os a Jesus Cristo, dando-lhes uma educação cristã.

Firmemos nossos votos de consagração ao Senhor, através de nossa fidelidade nos dízimos e pactos, no culto familiar, no estudo particular da Bíblia, e na prática solitária da oração, na fiel assistência aos cultos, no valorizarmos mais os bens espirituais, através da leitura do Espírito de Profecia.

Um novo propósito para ganhar mais almas para Jesus. Vamos cada um ganhar mais um; ou, no mínimo, 2 ganhando uma alma. Vamos trabalhar para Jesus Cristo.

Quantos desejam fazer esse propósito? Esteja certo de sua verdadeira consagração e serviço a este maravilhoso e incomparável Jesus Cristo, que morreu em seu lugar.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...