sexta-feira, 28 de agosto de 2015

A Porta Certa

Nem todos os caminhos levam a Deus

Segundo reportagem da revista Veja (03/12/08), dez mil religiosos católicos passaram a viver distribuídos em 450 comunidades estabelecidas em vários estados brasileiros, nos últimos dez anos. Isolando-se da vida citadina, trabalhando sem receber salário e submetendo-se a normas rígidas de comportamento, esses religiosos buscam respostas para os desafios da existência bem como crescimento espiritual, através de práticas ascéticas e atividades missionárias.

Entre outras explicações possíveis, o crescente estabelecimento dessas comunidades pode ser fruto do atual interesse que as pessoas têm demonstrado na busca da espiritualidade. Nada mau que haja tal interesse; porém, necessitamos encontrar o caminho certo que leve à verdadeira fonte de sua satisfação, em vez de nos perdermos no emaranhado de opções que dela podem nos afastar.

Certa ocasião, Jesus Cristo disse: “Eu sou a porta. Se alguém entrar por Mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem” (João 10:9). Nesse capítulo, Ele Se identifica como pastor, o que, obviamente, implica que somos Suas ovelhas. Anteriormente, afirmou: “Eu sou a porta das ovelhas” (João 10:7). Agora, Ele declara ser a única entrada para o redil espiritual. Só mediante Cristo é possível ter acesso ao reino espiritual de Deus. Nas palavras de A. B. Davidson, “Cristo usou esse símbolo como uma espécie de caminho absoluto. Só há uma porta, uma entrada, uma só maneira de entrar”.

Talvez isso não seja muito simples de ser entendido pela mente pós-moderna, tão acostumada com relativismos e pluralismos. Na verdade, nosso mundo parece um supermercado de opções religiosas. Com a idéia de que todos os caminhos levam a Deus, as pessoas como que passeiam por entre as gôndolas desse supermercado, escolhendo os produtos que mais lhes convêm para formar sua própria verdade, como se estivessem planejando fazer uma salada. Porém, não somos salvos por meio de uma salada religiosa. Somos salvos por meio de nosso relacionamento com uma pessoa – Jesus Cristo – que Se disse a porta pela qual devem passar todos os que desejam chegar mais perto de Deus.

Não existem caminhos alternativos nem opções rivais à pessoa de Cristo. Aliás, Ele também disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por Mim” (João 14:6). Somente Ele é a resposta para nossos questionamentos e dúvidas. NEle somente encontramos satisfação para todos os nossos anseios espirituais e nutrição para nossa alma carente, faminta e sedenta – “entrará, e sairá, e achará pastagens”. O acesso a Ele é um ato de fé e está franqueado a qualquer pessoa, em qualquer lugar, em qualquer ocasião. Sim, agora mesmo, você pode abrir seu coração e, pela fé, convidá-Lo a entrar. E Ele o fará, conforme Suas palavras: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” (Apocalipse 3:20).


PR ZINALDO A. SANTOS

Jornalista formado pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) e com mestrado em Teologia pelo UNASP, atua na Casa Publicadora Brasileira como Editor da revista Ministério e editor associado da Vida e Saúde.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...