quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Pr. Élbio Menezes - Estudos em Profecias (2)

ESTUDO 2

Gn 2.17

A profecia que está registrada em Gênesis 2.17, que diz o seguinte:

“Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia que dela comeres, certamente morrerás.”


Ela foi feita pelo próprio Deus a Adão e Eva quando ainda eles estavam no Jardim do Éden.

Há uma pequena lembrança que preciso fazer para você que estará entrendo em contato com este material. Ao estudarmos as profecias da Bíblia, não quer dizer que estaremos sempre estudando predições de profetas. A palavra profecia, também nos dá a idéia de ensino.

Aqui Deus está transmitindo um ensino aos seus dois filhos. O ensino era claro, apesar de ser completamente desconhecido para os dois.

Parte do foi dito eles sabiam. A árvore do conhecimento do bem e do mal, eles conheciam pois ela estava no jardim e com toda a certeza até conheciam o local no jardim onde se encontrava a tal arvore, mas o assunto da morte, este era desconhecido.

Vamos tentar entender em que contexto em que esta profecia foi feita.

Um novo mundo estava sendo criado por Deus. Este mundo foi criado com todo amor, e agora um novo ser também é criado. Amigo, Deus por ser amor, Ele sempre dá o que há de melhor para os seus filhos.

A terra que saiu das mãos do criador, era maravilhosa. Notem a descrição que faz desta terra a escritora cristã Ellen White:

“A terra saiu das mãos do Criador extraordinariamente bela. Havia montanhas, colinas e planícies, entrecortadas por rios e lagos. A terra não era uma extensa planície, mas a monotonia do cenário era quebrada por montanhas e colinas não altas e abrutas como hoje são, mas de formas regulares e belas.” H.R. p. 20


Deus havia criado o homem e a mulher a sua imagem e semelhança – Gn 1.26.

Adão e Eva são colocados para habitar neste novo planeta. Ali havia somente o que poderia produzir felicidade e alegria para os filhos de Deus.

Mas no céu, no centro de comando de todo o Universo, um anjo não gostou do que Deus estava fazendo. Ele para não gostou que uma nova criação fosse feita e para agravar não foi convidado para participar na elaboração deste novo projeto.

O Apóstolo João descreveu assim este momento:

“Houve peleja no céu. Miguel e seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos. Todavia não prevaleceram; nem mais se achou no céu o lugar deles. E foi expulso o dragão...”Ap 12.7-9


A guerra começou num lugar onde você jamais imaginaria que poderia haver um conflito.

Este é um grande mistério que durante a eternidade nós vamos desvendar. Como que num lugar perfeito, com criaturas perfeitas surge a imperfeição?

Eu não seu, mas sei que um dia Deus vai esclarecer todos os que estivermos em sua casa.

Para onde o dragão foi expulso?

“...Ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta.”Ap 12.12 u.p.


Meu querido amigo, ele foi expulso para a terra que Deus havia criado e que tinha colocado os seus mais novos filhos.

Será que um Deus de amor, deixaria os seus dois filhos sozinhos neste planeta com esta anjo rebelde? Será que Deus fez algo para protegê-los deste grande perigo?

Amigo, Deus jamais deixará os seus filhos a mercê das forças malignas do grande tentador.

O próprio Deus vinha falar com eles a cada final de dia. Notem o que a Bíblia diz:

“Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que andava no jardim pela viração do dia...” Gn 3.8


Como um verdadeiro Pai, Deus vinha se relacionar com seus filhos. O pai nunca deixará passar um dia sem se relacionar com seus filhos. Quantos pais que vivem com tantas coisas para fazer, que não tem tempo para estar com seus filhos.

Amigo, quem ama cuida. Ali estava o Pai cuidando dos seus filhos.

A escritora Ellen White diz que Deus ainda faz mais uma coisa:

“Dois anjos apressaram-se em visitar nossos primeiros pais” H.R. p. 29


Eles vieram adverti-los do perigo que corriam com este novo inimigo, sendo o seu mais novo vizinho do jardim.

O novo vizinho acusa a Deus de manipular as pessoas, de não dar oportunidade para que as pessoas escolham. Satanás acusou a Deus de não permitir que o casal soubesse de tudo o que tinha acontecido no céu.

É permitido a Satanás entrar no jardim e fazer um teste para os novos filhos de Deus. O teste era simples, envolvia obedecer a Deus ou ao inimigo de Deus.

Neste contexto Deus faz a profecia que é o objeto deste estudo. A profecia dizia que se eles comessem do fruto da árvore de ciência do bem e do mal, eles iriam morrer, mas logo veio Satanás e faz uma profecia contrária a de Deus.

Notem o que Satanás disse:

“Então a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis.” Gn 3.4


Amigo, aqui temos duas profecias, uma feita por Deus, a fonte de toda a verdade, e a outra feita por Satanás, a fonte de todo o engano e mentira.

A Bíblia diz que Eva comeu e depois deu a Adão do fruto proibido - Gn 3.6


O novo casal seguiu a orientação de Satanás e a morte começou imediatamente. Eles não sabiam o que era a morte, mas logo iriam ver e sentir o que de fato era a morte.

Esta profecia eu não sei quanto tempo levou para se cumprir, mas o que eu sei é que ela se cumpriu plenamente.

O apostolo Paulo diz em sua carta aos Romanos o seguinte: “O salário do pecado é a morte”. Rm 6.23

Isto foi o que Adão e Eva ganharam ao aceitar a orientação de Satanás.

Deus disse que iria morrer e Satanás disse que não iria morrer.
Adão e Eva, foram expulsos do Jardim para habitar fora, onde a morte circundava por todos os lados.

Um pouco mais de tempo e a morte vem com toda a sua força na família de Adão e Eva, quando irmão mata irmão. Ao Caim matar Abel, os pais lembram da profecia feita por

Deus nos bons dias, quando viviam dentro do Jardim do Éden.

Amigo, a morte é uma dura realidade na vida dos filhos de Adão e Eva.

Hoje choramos os nossos mortos, e isto é resultado de um cumprimento profético.

Infelizmente hoje sofremos as conseqüências do cumprimento desta profecia.

O que ela pode nos ensinar hoje é que Deus sempre fala a verdade e nunca podemos dar ouvidos a qualquer outra voz. Não duvide da voz de Deus. Acredite que a voz de Deus é sempre a melhor a ser obedecida. Seguir a voz de Deus sempre vai produzir felicidade.

Deus nunca vai nos impedir de usar algo que será bom, mas sempre vai nos alertar dos perigos que nos cercam.

Esteja sempre alerta e seja obediente a voz de Deus!

Amigo, lembre-se: “Crede no Senhor vosso Deus e estareis seguros, crede nos seus profetas e prosperareis.”


PR. ÉLBIO MENEZES

Natural de Miraguaí-RS, casado com Marta Peixoto Menezes, pai de dois filhos, Caroline e Wesley. Trabalhou no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Norte do Paraná. Está no ministério adventista por 28 anos e nestes anos foi distrital, departamental, secretário e é presidente de campo por 14 anos. Concluiu seu mestrado em teologia pelo UNASP em 2008.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...