quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Pais - Não percam seus filhos!


Muitos pais sentem que, durante os anos de adolescência, começam a perder os filhos, perto dos quais andaram tão próximos. Por vezes tornaram-se estranhos morando na mesma casa.

Os problemas variam, podendo incluir drogas, álcool, depressão e quebra na comunicação. Se você deseja se relacionar bem com o seu filho, evite perdê-lo. Como?



1 – Você poderá perdê-lo se não conhecer o mundo dele.

Conhecer o mundo dele não significa aprender a fazer coisas que eles gostam mas, sim, fazer tudo o que puder para conhecer o mundo em que ele vive. Por quê pensa assim? Por quê age assim? Por quê gosta disto ou daquilo? etc.



2 – Você poderá perdê-lo se, continuamente, perder a paciência com ele.

Se seu filho é adolescente ou jovem, ele esta passando por grandes mudanças físicas e emocionais, ele está chegando a um mundo desconhecido, o que o deixa frustrado. Se ele está experimentando mudanças, é bem provável que ele esteja se deparando com algumas lutas, problemas e dificuldades, pois neste mundo competitivo em que vivemos, ele está procurando se situar. Por isso, pais, tenham paciência com seu filho, quando ele apresentar atitudes e comportamentos diferentes.



3 – Você poderá perdê-lo se não tirar a máscara.

O que estou querendo dizer é: "Não tente ser perfeito".

Sei que você como pai ou mãe, considera importante mostrar o seu melhor para seu filho. Mas é de suma importância que seu filho saiba que você também erra.

Não incorra no erro de usar com seu filho a famosa frase: "quando eu era criança...", tentando impressioná-lo com experiências passadas. Lembre-se: as coisas mudaram e mudaram muito, e ele não pode se identificar com alguém que vive de experiências tão passadas no presente século.


Como então os pais podem salvar seu filho?


  • Sendo um modelo de marido e esposa que se amam.

Façam questão de demonstrar um ao outro na frente de seus filhos que se amam. Se existe algo que desenvolva segurança no coração do filho, é o fato dele saber que seus pais se amam.


  • Amá-los com amor incondicional.

Amor incondicional é dar-se ao seu filho, sem levar em conta sua aparência, defeitos, deficiências, e suas atitudes. Amar de forma incondicional significa que você ama seu filho, mesmo quando às vezes você não concorde e até deteste seu comportamento.


  • Amá-lo através do contato visual.

Ao conversar com seu filho pequeno, tome-o em seus braços ou se abaixe para que ele pode olhá-lo nos olhos. Esse tipo de comunicação aproxima, identifica e transmite amor.


  • Amá-lo através do toque.

Os pais devem demonstrar que apreciam seu filho abraçando-o e brincando com ele. A apreciação demonstrada pelo pai à filha, determinará como a menina se sentirá na presença dos homens: bem ou mal. Da mesma forma, se a mãe demonstra amor ao seu filho através do toque, isso com toda a certeza, vai determinar o seu comportamento com sua esposa, ao constituir uma família.


  • Amá-lo através da comunicação.

Os pais precisam constantemente comunicar amor a seus filhos. Filhos pequenos necessitam muito de abraços e beijos. Filhos adolescentes necessitam de elogios e encorajamento. Desta forma, não só recebem carinho, como também as suas necessidades emocionais são supridas.


  • Amá-lo através de uma disciplina amorosa, coerente e firme.

Conversar, aconselhar, trabalhar com o filho, e se não houver jeito, a disciplina deve ocorrer; mas não para descarregar a raiva. Ao disciplinar, faça-o com amor. Procure não disciplinar quando os ânimos estiverem exaltados.


  • Amá-lo dando de seu tempo e atenção.

Muitos pais estão ocupados demais, envolvendo-se totalmente com a realização profissional, que se esquecem que seu filho tem necessidades.

Qual foi a última vez pais, que levaram seu filho para passear? Que brincaram com ele? Que dedicaram tempo a ele?

Os filhos necessitam da atenção dos pais.

Pais lembrem-se que os filhos são "herança do Senhor". Salmos 127:3. Portanto, pais, façam tudo que for possível para salvá-los.


Pastor Helio Coutinho

2 comentários:

  1. amei tdo que esta escrito sobbre os filho sejam crianças adolecentes ou jovens,irei refletir ainda mais sobre tdo que esta aí escrito

    ResponderExcluir
  2. amei tudo que esta escrito sobre os filhos,me ensinou ainda mais

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...