sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

SE JESUS VIESSE HOJE

Recebi um daqueles e-mails reflexivos e desejo compartilhar aos amigos.

Há muito cristão por aí que sabe que Jesus vai voltar e, se pudesse, escreveria uma carta dizendo mais ou menos assim:

Senhor! Estou preocupado com tua volta. Alguns dos sinais que tu indicaste já estão aparecendo. Por isso, ó Mestre, apresso-me em escrever-te para suplicar: NÃO VENHAS AGORA! Estou metido em muitos negócios que não podem ser interrompidos no pé em que estão; deixa que primeiro eu solucione alguns problemas e depois podes voltar. Mas não chega num dia chuvoso e frio, pois em dias assim, eu gosto de ficar em casa dormindo ou simplesmente vendo televisão.

Peço-te também que não venhas num dia de muito calor, porque será muito difícil para mim sair da minha sala com ar condicionado ou da frente do ventilador. Por favor, Mestre, não volta quando eu estiver em férias, para não interromper minhas alegrias. Se chegares num domingo à tarde, é certo que estarei vendo televisão. Durante a semana, pelo menos duas vezes gosto de sair, e ficaria frustrado se chegasses, quando eu estiver num destes programas.

Se não estou sendo inoportuno, Senhor, peço-te que não voltes à noite, porque durmo um sono tão pesado, que, quase sempre, não consigo acordar em tempo de ir à igreja.
Por favor, bom Mestre, avisa-me uns dias antes da Tua vinda, para que eu tenha tempo de procurar o tesoureiro da minha igreja, a fim de colocar em dia as minhas ofertas para a proclamação do teu Evangelho.

Senhor! Eu insisto para que me avise com antecedência pois também gostaria de fazer as pazes com várias pessoas, pelas coisas erradas que fiz para elas. Se puderes avisar com alguns meses de antecedência, ficaria muito contente, porque poderia, além de por tudo em ordem, terminar a leitura do Evangelho de Lucas, iniciada já faz alguns anos, mas eu estou sempre tão ocupado, tu entendes, não é verdade?
Avisa-me com antecedência pois eu gostaria de trazer algumas crianças bem pobres para almoçar ou jantar aqui em casa na hora do teu regresso, pois assim poderia ouvir de ti aquelas palavras: "Tive fome e me destes de comer..."

Se vieres de surpresa, que seja no momento quando eu estiver fazendo uma oração, na Igreja... Sugiro ainda que avises o pastor com bastante antecedência, para que ele anuncie na Igreja ou coloque no Boletim Informativo, pois sei de muita gente, que assim como eu, também precisa se preparar para a Tua volta ou para o nosso encontro.

Certo de que me atenderás, cordialmente, um que se diz cooperador e seguidor teu...

Eu espero, sinceramente, que essa não seja a sua carta. Mas que no fundo do coração você tenha o desejo de que Jesus volte logo para viver com Ele um novo tempo para sempre.
Obrigado Jaque pela mensagem reflexiva!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...